verifique se você cometeu plágio no seu trabalho

a mettzer elimina 100% a chance de ter qualquer tipo de cópia no seu trabalho de forma rápida e segura

Usado por + de 1 milhão de estudantes com nota 9,6 de avaliação

Prancheta – 1
04

A gente sabe que você toma todos os cuidados com referências e citações

mas sempre sobra uma pontinha de dúvida se você fez tudo certo né?

uma ferramenta para verificar se há plágio no seu trabalho em menos de dois minutos

tenha certeza que seu trabalho é original, detectando e identificando cópias acidentais ou intencionais.

evite qualquer penalização jurídica ou acadêmica de forma exata e segura

04

confira agora se existe algum tipo de plágio no trabalho

Usado por +1 milhão de estudantes com nota 9,4 de avaliação

Por que a Mettzer é para você?

Sim, nós temos um editor de texto que formata todos os trabalhos de forma automática nas normas da ABNT e APA. Mas, com o tempo, as interações com a pesquisa científica nos ajudaram a perceber algumas outras necessidades importantes.

Por isso, criamos um fluxo de trabalho de pesquisa de ponta a ponta: desde o planejamento, a redação e a padronização, a publicação, a verificação de autenticidade, a descoberta de oportunidades e a conexão com outras pessoas e universidades.

1 minuto

É o tempo médio de formatação de uma página com a Mettzer

Menos de R$ 0,30

É o valor médio para formatar uma página de TCC na Mettzer

Menos tempo para formatar

Mais tempo e qualidade no que realmente importa

Mas e como funciona o verificado de plágio da Mettzer?

11

se cadastre

Faça um cadastro gratuito para testar a plataforma

crie um trabalho

Comece seu trabalho a partir de um modelo.

agora é com a gente!

o sistema vai fazer uma busca na internet e verificar se existe algum documento que seja igual ou similar ao seu texto

assine

Agora é só escolher o tipo de assinatura que faz mais sentido pra você

te atender bem é uma prioridade pra gente

+ 87.804

avaliações de usuários

9,6

nota média

92%

de quem usa a mettzer recomenda

junte-se a mais de 1 milhão de estudantes que usam a mettzer todos os dias

Francisco Lisboa Rodrigues
Francisco Lisboa Rodrigues

Minha experiência no Mettzer tem se mostrado muito produtiva. A organização das ferramentas permite que o tempo seja otimizado e me oferecem mais liberdade para a escrita.

Izabel Pereira
Izabel Pereira

O ponto mais positivo da plataforma é promover agilidade através da formatação já nas normas da ABNT num momento de bastante estresse e correria. Não ter que me preocupar com formatação da dissertação me deu mais tempo de investimento em pesquisa e escrita

Diego Sampaio Toledo
Diego Sampaio Toledo

Estou no final de minha graduação, e fiz toda a formatação do meu TCC através do site Mettzer, uma ferramenta incrível, muito didática e fácil de usar, ela faz todo o trabalho de formatação nas normas ABNT pra você.. o resultado é um relatório de extrema qualidade e perfeição. Estou muito satisfeito!

confira agora se existe algum tipo de plágio no trabalho

Usado por +1 milhão de estudantes com nota 9,4 de avaliação

pesquisadores1-final (1)

Como evitar de cometer plágio em seu trabalho?

É possível que o plágio seja o maior medo das pessoas universitárias. Não por menos. Afinal de contas é uma violação de direitos autorais e pode ter consequências bem sérias.

Por isso, é importante dar uma retomada nos conceitos, conferir as referências bibliográficas e fazer uma revisão final para se certificar que está tudo correto.

Mas, antes disso, entenda o que é e quais são os tipos de plágio e como fazer para evitá-lo.

O que é plágio acadêmico?

O plágio acadêmico acontece quando uma pessoa utiliza um texto ou uma ideia em seu trabalho sem colocar os devidos créditos para a pessoa que teve a ideia ou que escreveu o texto.

Ou seja: o plágio acontece quando a pessoa não faz referência às fontes de pesquisa.

Por exemplo, quando um aluno utiliza uma tabela ou uma imagem em sua monografia sem citar o autor original. Ou quando um estudante utiliza um conceito de algum autor em sua dissertação sem referenciá-lo.

Em outras palavras, a pessoa se apropria da ideia do texto e assume, de forma indevida, como se fosse sua.

Sendo assim, o plágio é um problema recorrente em trabalhos de conclusão de cursos. Isso porque muitos estudantes não referenciam corretamente as fontes de pesquisas que usaram no trabalho.

Mas, preste atenção. É normal que, em um trabalho acadêmico, as pessoas usem as ideias de outras pessoas autoras para respaldar e justificar seu texto.

Mais do que isso: é esperado que os alunos saibam articular as ideias e as reflexões de autores que são autoridades no assunto que estão escrevendo.

Ou seja: não é errado utilizar as ideias e os textos de outras pessoas. Errado é utilizar essas ideias sem fazer as devidas referências.

Tipos de plágio acadêmico

Quem pensa que o plágio acontece só quando se copia palavra por palavra de um trabalho está enganado.

É possível referenciar as fontes de pesquisa de diversas formas. Isso significa que o plágio pode acontecer de formas diferentes.

Os tipos mais comuns de plágio são:

Plágio direto ou integral

É o ctrl c + ctrl v. Ou seja, a transcrição literal, palavra por palavra, de um trecho ou de um texto completo, sem referenciar a fonte original.

O plágio integral também pode ser referente à uma imagem ou à um gráfico, sem atribuir os créditos ao autor original. Ou referente à dados de pesquisa (quantitativos ou qualitativos) sem mencionar a fonte.

Por exemplo, “Atualmente, 80 milhões de pessoas fazem uso de X medicação para tratar Y doenças”. Mas quem fez essa pesquisa?

Quem apurou essa informação? É necessário atribuir a fonte.

Plágio parcial

É quando é feita a transcrição de parágrafos ou frases de diferentes pessoas autoras, sem referenciar a fonte original. O resultado é um conjunto de fragmentos textuais.

Plágio mosaico

É quando é feita a transcrição de trechos de textos de diversas pessoas autoras, modificando palavras ou reformulando parágrafos, mas sem referenciar as fontes de pesquisa originais.

Plágio conceitual

É quando é feita a transcrição de trechos de textos de diversas pessoas autoras, modificando palavras ou reformulando parágrafos, mas sem referenciar as fontes de pesquisa originais.

Quais os impactos do plágio

Em primeiro lugar, é importante ter em mente que pessoas autoras têm direitos sobre os textos e os conceitos que criam. É o que se denomina de direito autoral.

Sendo assim, cometer plágio significa infringir a Lei nº 9.610/88, que é a norma que regulamenta os direitos autorais.

Então, quando comete plágios, o estudante é automaticamente reprovado no trabalho.

E não é só isso: a violação dos direitos autorais pode caracterizar um crime, nos termos do artigo 184 do Código Penal, com previsão de pena de detenção de 3 meses a 1 ano ou multa.

Ou seja: todo cuidado com as citações e referências bibliográficas de suas fontes de pesquisa é pouco.

Como evitar plágio

A boa notícia é que, apesar de ser um problema bem sério, o plágio acadêmico é algo simples de ser evitado: basta você seguir as normas da ABNT para fazer as citações de seu conteúdo e referenciar de forma correta as fontes de pesquisa utilizadas em seu trabalho.

Isso porque a ABNT estabeleceu normas que descrevem exatamente como todas as citações de referências bibliográficas devem ser feitas para evitar um plágio.

Tanto no conteúdo de seu trabalho quanto na bibliografia dos projetos de pesquisa, as normas da ABNT garantirão autoridade ao seu trabalho e aumento de sua qualidade acadêmica.

Nesse ponto, a Mettzer pode te ajudar. O editor de texto da Mettzer formata todos os trabalhos de forma automática nas normas da ABNT.

Além disso, você pode usar o gerador de referências gratuito para criar suas referências bibliográficas nas normas da ABNT.

Por fim, pode usar o verificador de plágio para se certificar que não existe nenhuma cópia acidental.

09

a mettzer também está no seu celular