TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO

Centro de Profissionalização e Educação Técnica

TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO

MATHEUS MORAES VIEIRA

Resumo

O trabalho a ser apresentado relata a conversão de a luz solar em
energia elétrica, a descrição e funcionamento de todos
os equipamentos envolvidos nesse sistema.
A energia solar também chamada de energia fotovoltaica é pouco
aproveita no Brasil (possuindo características favoráveis a esse sistema), e muito utilizada em países Europeus que não é tão propício a radiação solar desenvolvem essa tecnologia cada vez mais.
É um sistema simples, uma vez que sua montagem consiste em: painel
solar, coletor da energia; um controlador de carga possuindo a finalidade de proteger e não deixar faltar ou exceder alimentação no sistema; uma bateria para armazenamento dessa energia.
A bateria é essencial para que o sistema funcione também durante a noite e em dias nublados.
Como todos os sistemas de energia, o solar não possui apenas pontos positivos também há os negativos, mas irrelevantes se comparados ao bem que esse trás ao planeta.

Palavras-chave: Mettzer. Formatação. Trabalho acadêmico.

Abstract

The work to be presented reports the conversion of sunlight into
electricity, the description and operation of all
the equipment involved in that system.
Solar energy, also called photovoltaic energy, is little
takes advantage in Brazil (having favorable characteristics to this system), and widely used in European countries that are not so conducive to solar radiation, develop this technology more and more.
It is a simple system, since its assembly consists of: panel
solar, energy collector; a charge controller with the purpose of protecting and not letting the system lose or exceed power; a battery for storing that energy.
The battery is essential for the system to work also at night and on cloudy days.
Like all energy systems, the solar system does not only have positive points, there are also negative ones, but irrelevant compared to the good it brings to the planet.

Keywords: Mettzer. Formatting. Academic work.

Introdução

A crise energética e a busca por energias renováveis têm reacendido

o debate sobre fontes alternativas de energia. Nesses debates a energia

solar vem ganhando cada vez mais espaço, uma vez que é de facil

implantação, possui custo de manutenção baixo, é uma fonte renovavel e

ideal para locais onde as radiações solares são abundantes.Mas no Brasil,

país que pela área, geografia e localização, entre outros fatores, é

potencialmente favorável para o desenvolvimento de sistemas fotovoltaicos,

existe um atraso nesta área em relação a outros países.

O avanço da tecnologia vem trazendo inovações na fabricação de

produtos para sistemas de energia solar contribuindo para que o preço desses

produtos diminua e a energia solar se torne mais acessível.

A radiação solar, juntamente com outros recursos secundários de

alimentação, são responsáveis por grande parte da energia renovável

disponível na terra. Apenas uma minúscula fração da energia solar

disponível é utilizada.

A energia captada do Sol e devidamente acondicionada para sua

utilização é uma das tecnologias mais importantes para o desenvolvimento

sustentável. Sua utilização é de altíssimo interesse para aqueles que visam. um mundo equilibrado, ecologicamente correto, sem agressão à natureza.

Desenvolvimento

Desde o final da revolução industrial, algumas pessoas perceberam que a energia se tornaria um setor independente e autônomo, e que desempenharia importante papel de regulação da nova economia mundial (MIRANDA, 2013). 

     Especificamente entre o período de 2006 a 2011, a utilização das energias renováveis aumentou consideravelmente sua taxa no mercado com um crescimento rápido e sustentado, concretizando-se como uma alternativa cada vez mais confiável e presente nas residências, empresas e prédios públicos (ONUDI, 2015). 

    O Brasil possui um imenso potencial para geração de energia elétrica a partir de energias renováveis complementares devido a sua localização geográfica privilegiada. A Figura 1 apresenta uma média dos índices de Irradiação global anual em kWh/m² entre o período de 1986 a 2005. Através dele é possível perceber que o Brasil encontra-se entre os mais bem posicionados geograficamente (FEITOSA, 2016). 

     A irradiação média anual no Brasil varia entre 1.200 e 2.400 KWh/m²/ano, valores significativamente superiores à maioria dos países europeus que destacam-se com grande utilização de sistemas fotovoltaicos, cujas estatísticas indicam intervalos entre 900 e 1.250 kWh/m²/ano na Alemanha e 1.200 e 1.850 kWh/m²/ano na Espanha, por exemplo. (NOTA TÉCNICA, 2012). Países como Austrália e EUA (Califórnia) apresentam níveis ainda superiores aos nacionais.

 .

 CONCEITO DE ENERGIA SOLAR

           Energia solar é a designação dada a qualquer tipo de captação de

energia luminosa (e, em certo sentido, da energia térmica) proveniente do sol,

e posterior transformação dessa energia captada em alguma forma utilizável

pelo homem, seja diretamente para aquecimento de água ou ainda como

energia elétrica ou mecânica.

           No seu movimento de translação ao redor do Sol, a Terra recebe 1 410

W/m² de energia, medição feita numa superfície normal (em ângulo reto) com o

Sol. Disso, aproximadamente 19% é absorvido pela atmosfera e 35% é

refletido pelas nuvens. Ao passar pela atmosfera terrestre, a maior parte da

energia solar está na forma de luz visível e luz ultravioleta

CARACTERISTICAS DA LUZ SOLAR

A geração de energia elétrica através da luz se dá através do uso de

células fotossensíveis ou comumente chamadas de células solares, que

agrupadas em módulos ou painéis compõem os painéis solares fotovoltaicos.

            Um sistema composto pelo painel, controlador de carga, acumulador e

acessórios, é denominado como Gerador Fotovoltaico.

            Os geradores fotovoltaicos são muito seguros e simples, não

necessitam do controle humano funcionam automaticamente e uma vez

adequadamente instalados, não causam acidentes que possam trazer danos.

            Geram energia na presença da luz; Necessariamente não precisam da

incidência direta da luz solar, mas é recomendável para se obter o melhor

rendimento do painel. Isto significa que há geração elétrica mesmo em dias

nublados;

            O rendimento se altera, conforme há maior ou menor intensidade da luz.

            A geração só se interrompe na redução quase total de luz. (ex.: à noite).

            A corrente gerada é de forma contínua e pode ser guardada em

acumuladores elétricos (baterias), para uso quando necessário.

            O sistema é modular, ou seja, vários módulos podem ser conectados

entre si, fornecendo a quantidade de energia necessária para o uso, podendo

ser expandida, reduzida ou transferida de local conforme uma nova

necessidade. Não há limite da capacidade de geração.

 Vantagens da Energia Solar

A energia solar não polui durante seu uso. A poluição decorrente da

fabricação dos equipamentos necessários para a construção dos painéis

solares é totalmente controlável utilizando as formas de controles existentes

atualmente.

            As centrais necessitam de manutenção mínima.

           Os painéis solares são a cada dia mais potentes ao mesmo tempo que

seu custo vem decaindo. Isso torna cada vez mais a energia solar uma solução

economicamente viável.

            A energia solar é excelente em lugares remotos ou de difícil acesso, pois

sua instalação em pequena escala não obriga a enormes investimentos em

linhas de transmissão.

            Em países tropicais, como o Brasil, a utilização da energia solar é viável

em praticamente todo o território, e, em locais longe dos centros de produção

energética, sua utilização ajuda a diminuir a demanda energética nestes e

consequentemente a perda de energia que ocorreria na transmissão.

 Desvantagens da energia Solar

Um painel solar consome uma quantidade enorme de energia para ser

fabricado. A energia para a fabricação de um painel solar pode ser maior do

que a energia gerada por ele.

Os preços são muito elevados em relação aos outros meios de energia.

Existe variação nas quantidades produzidas de acordo com a situação

atmosférica (chuvas, neve), além de que durante a noite não existe produção

alguma, o que obriga a que existam meios de armazenamento da energia

produzida durante o dia em locais onde os painéis solares não estejam ligados

à rede de transmissão de energia.

Locais em latitudes médias e altas (Ex: Finlândia, Islândia, Nova

Zelândia e Sul da Argentina e Chile) sofrem quedas bruscas de produção

durante os meses de inverno devido à menor disponibilidade diária de energia

solar. Locais com frequente cobertura de nuvens (Curitiba, Londres), tendem a

ter variações diárias de produção de acordo com o grau de nebulosidade.

As formas de armazenamento da energia solar são pouco eficientes

quando comparadas, por exemplo, aos combustíveis fósseis (carvão, petróleo

e gás), a energia hidroelétrica (água) e a biomassa (bagaço da cana ou bagaço da laranja).

           À semelhança de outros países do mundo, em Portugal desde Abril de

2008 um particular pode produzir e vender energia elétrica à rede elétrica

nacional, desde que produzida a partir de fontes renováveis. Um sistema de

microprodução ocupa cerca de 30 metros quadrados e permite ao particular

receber perto de 4 mil euros ano.

Sempre que você começar um novo parágrafo aparecerá uma barra de tarefas especial para você adicionar ilustrações. Após adicionadas, as ilustrações serão enumeradas, enviadas para a lista e paginadas automaticamente. Sempre que você parar de digitar aparecerá uma pequena barra de tarefas para você adicionar uma referência na citação, assim você poderá se certificar que todo conteúdo citado no trabalho foi adicionado na lista de referências.

.

Conclusão

O consumo de energia é cada vez maior e sua produção

crescentemente diversificada assim concluiu que a energia elétrica é uma

dessas diversidades que atenda a requisitos ecológicos.

O geradores solares geralmente não produzem altos níveis de tensão ou

corrente, cujo valor depende da quantidade de módulos expostos, da forma

que são expostos e do tipo de material que compõem as células dos

painéis.

           Dessa forma pode se concluir que o sistema de energia solar autônomo

não trás vantagens a sistemas com grande demanda tais como: industrias

hospitais e demais sistemas.O sistema ligado a rede é uma forma de

economizar energia de concessionárias e em caso de racionamento pode

amenizar os efeitos, e a energia excedente das cargas muitas vezes são

introduzidas a concessionárias aumentando o fluxo energético.No sistema

híbrido a energia solar atuando em conjunto com outras fontes energéticas

aumenta também o fluxo energético dos sistemas no qual estão implantados.

Por fim conclui-se que o sistema de energia solar é um investimento com

retorno em longo prazo, uma alternativa vantajosa para locais isolados, onde

não chega a rede de transmissão das hidroelétricas, mas o mais importante é a

contribuição para o desenvolvimento sustentável.

Use agora o Mettzer em todos
os seus trabalhos acadêmicos

Economize 40% do seu tempo de produção científica