Sua empresa é uma orquestra?

UNIVERSIDADE PAULISTA

Sua empresa é uma orquestra?

Carina Stock Moraes RA:

Resumo

Este é o resumo do seu projeto. Ele é um elemento obrigatório pelas normas da ABNT e o tamanho recomendado é de 150 a 500 palavras. Nele você deve apresentar de forma sintética os pontos principais do trabalho. Utilize a terceira pessoa do singular, na voz ativa. Procure utilizar frases claras, afirmativas e evite enumeração de tópicos. Ressalte o objetivo, o método, os resultados e as conclusões obtidas no estudo. A primeira frase deve destacar o tema principal do trabalho. Abaixo do resumo você encontra as palavras chave, que serão utilizadas para a catalogação dos trabalhos na biblioteca. Utilize de 3 a 5 palavras separadas por ponto.

Palavras-chave: Mettzer. Formatação. Trabalho acadêmico.

Introdução

Uma empresa e uma orquestra tem muitas semelhanças, em vários aspectos. Tanto uma empresa pode ser uma orquestra, quanto uma orquestra pode ser uma empresa, pois as duas precisam conquistar suas metas e os objetivos e o caminho para alcançá-los são os mesmos, apenas com cenários diferentes. A orquestra precisa transmitir com perfeição a sua música aos seus ouvintes; uma empresa precisa prestar seu serviço com perfeição também ao seu cliente.

Ambos passam por um trajeto desde seus líderes até o seu consumidor final; nesse período não se pode ter erros, deve -se trabalhar em conjunto, em harmonia, com organização e motivação. Para que as metas de ambos sejam alcançadas, todos dentro da empresa e da orquestra têm uma determinada função, uma determinada habilidade, existe uma hierarquia e todos devem exercer o seu devido papel.

1. INTRODUÇÃO:

Uma empresa e uma orquestra tem muitas semelhanças, em vários aspectos. Tanto uma empresa pode ser uma orquestra, quanto uma orquestra pode ser uma empresa, pois as duas precisam conquistar suas metas e os objetivos e o caminho para alcançá-los são os mesmos, apenas com cenários diferentes. A orquestra precisa transmitir com perfeição a sua música aos seus ouvintes; uma empresa precisa prestar seu serviço com perfeição também ao seu cliente.

Ambos passam por um trajeto desde seus líderes até o seu consumidor final; nesse período não se pode ter erros, deve -se trabalhar em conjunto, em harmonia, com organização e motivação. Para que as metas de ambos sejam alcançadas, todos dentro da empresa e da orquestra têm uma determinada função, uma determinada habilidade, existe uma hierarquia e todos devem exercer o seu devido papel.

2. A SINFONIA EMPRESARIAL:

Toda organização; empreendimento; empresa são exatamente como uma orquestra e precisam buscar estar em sintonia com todos que fazem parte dela; não importa o nível hierárquico, todos devem estar entrosados para que o trabalho possa fluir até mesmo quando seus líderes não possam estar por perto. Os liderados precisam de uma direção competente, pois assim terão a segurança necessária de realizarem suas obrigações sem erros e sem a supervisão de um líder o tempo todo.

Uma boa regência (liderança) é fundamental; temos o maestro (presidente) e o spalla (vice-presidente) braço direito do regente (presidente), eles que devem ter a responsabilidade de uma boa coordenação da organização, devem caminhar em comum acordo, ter uma boa comunicação, serem parceiros e transmitir motivação, união de equipe, confiança e credibilidade aos músicos (funcionários).

Um músico (funcionário) motivado e confiante, gera mais produtividade e consequentemente fará seu serviço mais satisfeito e com o melhor resultado possível.

3. AS SEÇÕES DE UMA ORQUESTRA EMPRESARIAL E SEUS INSTRUMENTOS:

A orquestra e a empresa são divididas em seções e departamentos, onde neles o profissional exerce suas funções.

Mas para que essa função seja exercida com excelência os músicos (funcionários) devem amar o que faz, devem ter afinidades com seu instrumento de trabalho, devem ter talento. Toda organização (orquestra) precisa gerenciar sua mão de obra identificando os pontos fortes e fracos daquela equipe, não se pode dar um instrumento a um funcionário sem que ele tenha o mínimo de habilidade em executá-lo, ao não ser que ele tenha dedicação, disposição e interesse em aprender a usar esse instrumento, se não, isso é consequentemente fato que o trabalho que ele realizará não terá um bom desempenho, muito menos um bom resultado.

As seções (departamentos) servem para uma melhor organização das funções, dos processos da construção de uma sinfonia perfeita. Nelas os liderados (músicos/funcionários), devem usar seus instrumentos de trabalho de acordo com suas afinidades e talento, é importante que um maestro-líder e um spalla (vice) tenham capacidade de identificar os talentos que existem na sua equipe, colocando cada membro em seu devido posto, para conquistarem juntos a suas metas com o cliente final.

4. A INFORMAÇÃO COMO PONTE PARA O SUCESSO:

Atualmente a evolução da tecnologia, a velocidade dos meios de comunicação e o feedback rápido dos ouvintes (clientes), ajudam as organizações a saber o que acontece no mercado (empresarial/musical) e a obter maior conhecimento para melhorar cada vez mais a sua atuação. O mundo muda o tempo todo, e se deve evoluir com ele, utilizando a criatividade e sempre estar atento ao que os clientes (ouvintes) querem e precisam.

Se manter atualizado ao que acontece é essencial para uma empresa (orquestra). Uma organização (orquestra) baseada na informação pode assim conquistar a cada dia seus clientes (ouvintes), aprimorando seus serviços, procurando sempre priorizar a qualidade e a excelência no que fazem.

A informação hoje em dia, é uma conexão rápida com o outro lado, uma ponte entre a orquestra (empresa) e os seus ouvintes (clientes), tornando cada vez maior a facilidade de capturar o que o seu público alvo (mercado) necessita.

Conclusão

Empresa e orquestra são organizações de cenários; segmentos; serviços e públicos diferentes, porém funcionam exatamente iguais, pois ambas devem ter a harmonia perfeita entre seus componentes que devem saber liderar, organizar e trabalhar em equipe.

A sintonia entre esses três itens é fundamental para uma empresa prestar seus serviços com qualidade e conquistar seu cliente fidelizando o, assim como a orquestra precisa tocar sua música, mas não apenas tocá-la, e sim através dela tocar o coração dos seus ouvintes.

A empresa é sim uma orquestra, como a orquestra também é uma empresa; as duas se tornam uma coisa só, devido todo o processo que é preciso ter para que alcancem seus objetivos. Os personagens desse processo, mudam apenas de nome, mas suas funções são as mesmas. Os objetivos se igualam, pois, ambos, precisam estar em harmonia, resultando em uma sinfonia perfeita para o seu público. 

feito

Use agora o Mettzer em todos
os seus trabalhos acadêmicos

Economize 40% do seu tempo de produção científica