SOFTWARE DE GESTÃO HOTELEIRA

UNIVERSIDADE PAULISTA

SOFTWARE DE GESTÃO HOTELEIRA

GUILHERME TON DE ALMEIDA N583657

JEFFERSON SOARES COSTA JUNIOR N569751

LEONARDO FELICIANO LOPES N683333

KELVIN HENRIQUE DA SILVA OLIVEIRA N5456D9

MARCUS AURÉLIO EVARISTO F243591

MATTEUS SANTOS SOUSA F29EIA8

Orientador(a): Sandra Bozolan

Resumo

Este trabalho tem como objetivo realizar levantamento e análise de requisitos do sistema de gestão de hotelaria. Este sistema realizará em sua ações de controle as atividades de inclusão, alteração, cancelamento e consulta de reservas, tipos de acomodação, check-in e check-out. Trata-se de um (PIM III) Projeto Integrado Multidisciplinar III, referente a projeto de pesquisa realizado no terceiro semestre do segundo período do curso superior de Tecnologia em Análise e desenvolvimento de sistemas da universidade Paulista (UNIP) - trabalho realizado em Santana de Parnaíba - SP, startup consulDevs voltada para desenvolver e aprimorar soluções no setor hoteleiro, desenvolve sistemas de gerenciamento para rede hoteleira que oferece opções que facilitam muito o gerenciamento e controle do hotel, tornando fácil e segura o cadastro, reservas e gerar relatórios de gerenciais forma segura.

Palavras-chave: Hotel, Gestão, Tecnologia.

Abstract

This work aims to perform a survey and analysis of requirements for the hotel management system. This system will carry out in its control actions the activities of inclusion, alteration, cancellation and consultation of reservations, types of accommodation, check-in and check-out. This is a (PIM III) Multidisciplinary Integrated Project III, referring to a research project carried out in the third semester of the second period of the Technology in Analysis and Systems Development course at Universidade Paulista (UNIP) - work carried out in Santana de Parnaiba - SP , startup consulDevs focused on developing and improving solutions in the hotel sector, develops management systems for the hotel chain that offers options that greatly facilitate hotel management and control, making registration, reservations and generating management reports safe and easy.

Keywords: Hotel, Management, Technology.

Introdução

A era da informação trouxe um cenário extremamente movimentado para o mundo dos negócios. No mundo cada vez mais conectado digitalmente, as novas tecnologias têm impactado significativamente a área de hotelaria, auxiliando na comunicação, coleta de informações e gestão de uma rede de hotéis. Com o tempo, a tecnologia continuará a aprimorar a qualidade geral deste negócio. "A tecnologia já nos permite utilizar bens e recursos e medir seus custos, em tempo real, em qualquer lugar do mundo; precisamos agora aproveitar essa van-tagem para atender àquelas expectativas, melhorando a qualidade de vida de todos" Gomes (2016), com adaptações.

A área hoteleira vivencia uma mudança na forma de como fazer gestão, os profissionais da área buscam formas mais práticas e adaptam a gestão do seu hotel ao novo comportamento com ferramentas que possibilita a redução de custos.

Reduzir erros e economizar tempo atualizando automaticamente as disponibilidades de suas acomodações através de diversos canais, check-in/check-out de hóspedes, reservas e relatórios com apenas um clique, tudo isso de uma forma prática, segura e econômica.

Objetivo

O Air Hostel atua no segmento de serviços de hotelaria acessíveis, atuando somente com uma unidade na grande São Paulo, localizada em Santana de Parnaíba. Contando com uma equipe de poucos funcionários, e com uma demanda muito desejável de hóspedes, o time de gestão do air hostel buscou inovação e qualidades nos serviços de atendimento e agendamento de reservas, para ter maior qualidade e desempenhos nos serviços fornecidos, e o melhor, sem precisar aumentar o número de funcionários para atender uma maior demanda de clientes.

Com isso, a Air Hostel, buscou nosso time de desenvolvimento para atender suas necessidades, afim da implantação de um software de gerenciamento e hospedagem de site do hostel, na qual tem o objetivo, de ter uma página web page na qual os clientes podem buscar informações aderentes aos serviços prestados pela hotelaria, e até mesmo fazer agendamentos pelo web page. Um app mobile, que tem as mesmas funcionalidades da página web porém dimensionado e melhorado para o uso especifico em celulares android. E por fim o sistema interno de gestão onde será possível fazer agendamento de reservas, cadastro de clientes, cadastro e gestão de produtos, análise e gestão da base de dados do serviço. 

Justificativa

A vantagem do Sistema Air Hostel, está na combinação de gestão, tecnologia e praticidade, visando atender as necessidades do hotel ou pousada, trazendo mais comodidade e pensando sempre em aprimorar a gestão da consulDevs, que está em constante evolução.

LEVANTAMENTO DE REQUISITOS

Introdução

A Air Hostel, em busca de melhorar o nível de informação sobre seus hóspedes, e também garantir a melhor comunicação possível. O objetivo era um só, ganhar eficiência e aprimorar a qualidade do atendimento aos hóspedes. Para atender essa mudança, decidimos em desenvolver um software de gerenciamento de estadias, que facilitará as seguintes atividades desempenhadas habitualmente:
 

  • Um controle com todas as informações dos clientes, de forma completa e necessária para sua estadia, cadastro de funcionários, acomodações e reservas de hospedagens, executando interações que contemplam cadastros, exclusões, alterações e pesquisas desses dados.

  • Ter a visão completa do hotel em um único sistema.

  • O sistema deverá gerenciar as reservas das acomodações e gerar relatórios de controle administrativos.

  • A hospedagem deverá ser calculada em diárias, e o controle das reservas deverá ser através de uma interface simplificada e prática, permitindo agilidade na visualização das ocupações e reservas dos apartamentos.

  • Consultas práticas e pontuais. 

  • Ser eficaz nas reservas, trazendo praticidade com uma interface intuitiva e simples.

  • No menu inicial será possível registrar e controlar o check-in e check-out, realizando o cálculo dos valores das diárias automaticamente.

Como se trata de uma aplicação prática, intuitiva e com fácil acesso, o sistema deve ser feito de uma maneira que uma futura integração de plataformas seja feita por camadas, que essas camadas (desktop, web e mobile) possam se comunicar, ser acessíveis e de fácil implementação.

Para atender as especificações e necessidades dos clientes, chegamos a conclusão de uma solução prática e simples. Através da tecnologia do software  que permite integrar e controlar todo o gerenciamento de estadias. O projeto será desenvolvido na linguagem C# e deve ter suporte a Web e Mobile, arquitetura e padrão de projeto (design patterns) modernos. Esse desenvolvimento possibilitará aos funcionários centralizar todas as informações em um único servidor, que se destina ao controle de todo hotel.

Levantamento de Requisitos   

 Diversas reuniões foram necessárias com o cliente para o levantamento das funcionalidades do software, foi discutido o nível de importância de informações e quais eram relevantes para a execução das atividades, durante as reuniões foram definidas quais processos seriam executados e como ele deveria executar cada funcionalidade, para entender as soluções de automação de tais requisitos se faz os seguintes questionamentos:

  • Quantas vezes no dia os hóspedes, com pressa e sem paciência, acabam reclamando da demora no fechamento de suas contas e na realização do check-out?
  • Qual é a quantidade de dinheiro perdido em um fechamento de uma conta por motivos de erros ao fazer esse fechamento?
  • O hotel está aproveitando todas as oportunidades de negócio que o hóspede representa?
  • Você consegue facilmente acompanhar se o hotel está cheio ou com acomodações disponíveis constantemente?
  • O hotel disponibiliza praticidade para fazer reservas? trazendo acomodação para fazer reservas pela internet ? 
  • O possível hóspede encontra todas as informações necessárias para uma boa estadia?

Requisitos Funcionais  

Quando nos referimos a requisitos funcionais, estamos falando de que maneira o sistema deve executar suas operações, onde especificamos as entradas e saídas do software e a relação comportamental entre elas, bem como a interação com o usuário.

  • Cadastro de Funcionários – Será obrigatório o preenchimento dos dados básicos, tais como: nome, RG, CPF, data de nascimento, endereço e telefone. Caso esse funcionário venha a utilizar o sistema também se deve definir o nível de acesso. 

  • Cadastro de Hóspedes – Registrar dados do hospedes, tais como: nome, RG, CPF, data de nascimento, endereço, telefone, caso seja um hospede frequente, será possível registar suas preferências de apartamentos. 

  • Cadastro de Apartamentos – Os apartamentos são separados em três categorias diferentes, sendo que para cada tipo de apartamento existe um valor diária diferente. 

  • Registro de Reservas – Na tela consultar reserva, será possível consultar  as informações dos hospedes, tais como: nome, RG, CPF, endereço, data check-in, preferencia, numero do apartamento que esta locado e check-out.

  • Check-in – Essa tela é semelhante a tela de reserva, com com diferencial de que a data de chegada será data atual. 

  • Check-out – Será calculada todas as diárias e o fechamento da conta. As informações dessa hospedagem deverão ser salvas em um histórico do hóspede. 

Requisitos Não Funcionais  

 Os requisitos não funcionais, são funcionalidades que não tem especificamente relação com funcionalidades do sistema. Esses requisitos não funcionais colocam restrições no sistema que será desenvolvido e no processo de desenvolvimento do software, especificam restrições externas e os produto que precisam atender. Estes requisitos referem-se a questões como: segurança, confiabilidade, usabilidade, desempenho e etc.

Documentação de Requisitos  

Este documento é a especificação dos requisitos do sistema para os clientes, usuários finais e para os desenvolvedores de sistemas. Podemos definir formalmente que este documento de requisitos contém os serviços e funcionalidades que o software deve prover, além de restrições e informações sobre o domínio da aplicação, bem como restrições no processo usado para desenvolver o sistema.

Este documento também pode ser visto como um contrato entre o cliente e o gerente do projeto, pois nele é válido conformidade segundo a especificação de requisitos do cliente para a definição do escopo.

Neste projeto desenvolvido, identificamos os seguintes requisitos funcionais:

  • Cadastrar funcionário;
  • Cadastrar apartamento;
  • Cadastrar hóspede;
  • Consultar, alterar e excluir funcionário funcionário;
  • Consultar, alterar e excluir funcionário apartamento;
  • Consultar, alterar e excluir funcionário hóspede;
  • Registrar reserva;
  • Consultar reserva;
  • Registrar check-in;
  • Registrar check-in por reserva;
  • Registrar saída;
  • Gerar relatório sob disponibilidade/ocupação de acomodações;

Descrição de Funcionalidades do Sistema  

A seguir veja os quadros descritivos que representarão tudo que o software deve fazer referente a funcionalidades, e também mostrar as restrições colocadas sobre como o software deve realizar.

Tabela 1 — Cadastrar funcionário
Nome: Cadastro de funcionários       
Descrição: O software permite o cadastro do funcionário   
Nome Restrição Categoria Obrigatoriedade
Preencher campos O software deverá permitir a inserção dos campos do funcionário a ser cadastrado como: nome, rg, cpf, data nascimento, número da ctps, endereço, cargo, data de admissão, telefone e um campo para definir se ele é operador ou não do sistema. Especificação Obrigatório (x) Desejável ( )
Validar CPF O sistema permitirá o prosseguimento do cadastro mediante a inserção de CPF válido. Segurança Obrigatório (x) Desejável ( )
Gerar matrícula Após a conclusão do cadastro de funcionário, o sistema gerará a matrícula. Especificação Obrigatório (x) Desejável ( )
Armazenar os dados O sistema permite armazenar os dados mediante a conclusão do cadastro. Especificação Obrigatório (x) Desejável ( )
Definir nível de acesso O sistema permite a inserção do nível de acesso do funcionário caso ele for definido como operador do sistema. Segurança Obrigatório (x) Desejável ( )
    
Os autores (2021)

Cadastrar Funcionário  

Na tela cadastro de funcionários, deveram ser obrigatoriamente preenchidos todos os, e numero de CPF válido, pois será um instrumento auxiliar na autenticação da identidade do funcionário. Após a cadastro do funcionário é necessário o seu nível de acesso, uma vez que as atribuições de seu cargo definem as funcionalidades habilitadas no seu usuário. Ao cadastrar o funcionário com dados validos, será gerado um numero de matricula automaticamente pelo software.

Tabela 2 — Cadastrar hóspede
Nome: Cadastro de hóspede   
Descrição: O software permite o cadastro de hóspede   
Nome Restrição Categoria Obrigatoriedade
Preencher campos O sistema deverá permitir a inserção dos dados pessoais do hóspede a ser cadastrado como: nome, RG, CPF, data de nascimento, endereço, telefone ou permitir a entrada dos dados mediante as informações de uma reserva realizada, confirmando o registro de entrada no hotel. Especificação Obrigatório (x) Desejável ( )
Validar CPF O sistema permitirá o prosseguimento do cadastro mediante uma inserção de CPF válido. Segurança Obrigatório (x) Desejável ( )
Registrar preferências O sistema permite a inserção de suas preferências quanto a apartamentos se este hóspede se tornar ao longo do tempo um cliente frequente. Especificação Obrigatório ( ) Desejável (x )
Armazenar os dados O sistema permite armazenar os dados mediante a conclusão do cadastro do hóspede. Especificação Obrigatório (x) Desejável ( )
   
Os autores (2021)

Cadastrar Hóspede

Para cadastrar o hóspede, será necessário registrar as informações cadastrais obrigatórias e o  seu CPF validado, tal cadastro é necessário para manter o histórico do hóspede, pois facilita o check-in na próxima hospedagem, uma vez que as informações já estarão armazenadas, ao cadastrar o hóspede, há a opção de registrar as preferências em relação a sua estadia.

Cadastrar Apartamentos  

Podemos ver que neste quadro, o mesmo descreve que para o cadastro de um apartamento é necessário que todos os campos visualizados sejam preenchidos obrigatoriamente, todas as informações são extremamente importantes, pois descrevem com detalhes os atributos do apartamento, dessa maneira também é possível ter o controle de ocupação, disponibilidade e localização dos mesmos.

Tabela 3 — Cadastrar Apartamentos
Nome: Cadastro de apartamento   
Descrição: O software permite o cadastro de apartamento   
Nome Restrição Categoria Obrigatoriedade
Preencher campos O sistema deverá permitir a inserção dos dados dos apartamentos a ser cadastrado como: tipo, valor da diária, número, descrição. Especificação Obrigatório (x) Desejável ( )
Armazenar os dados O sistema permite armazenar os dados mediante a conclusão do cadastro do apartamento. Especificação Obrigatório (x) Desejável ( )
    
Os autores (2021)

Consultar, Alterar e Excluir Funcionário

  Para alterar o cadastro de um funcionário deve-se informar o CPF para que faça uma busca dos dados já cadastrados. O usuário poderá alterar as informações necessárias até mesmo o CPF, exceto a matrícula que é gerada automaticamente, sendo válido para que todos os itens modificados sejam atualizados na base de dados. Para a consulta dos dados do funcionário é apenas necessário informar o CPF , o mesmo processo serve para a exclusão desse funcionário.

Tabela 4 — Consultar, alterar, excluir funcionário
Nome: Consultar, alterar, excluir funcionário   
Descrição: O software permite a consulta, alteração e exclusão de funcionário   
Nome Restrição Categoria Obrigatoriedade
Atualizar campos O sistema deverá permitir a alteração dos campos do funcionário que já está cadastrado como: a função, a data de admissão, CPF, RG, nome, endereço, data de nascimento, n° da CTPS, telefone. Especificação Obrigatório (x) Desejável ( )
Validar CPF O sistema permitirá a consulta do funcionário e alteração dos campos mediante a validação do CPF caso seja alterado. Segurança Obrigatório (x) Desejável ( )
Armazenar os dados O sistema permite armazenar os dados mediante a conclusão da alteração Especificação Obrigatório (x) Desejável ( )
    
Os autores (2021)

Consultar, Alterar e Excluir Hóspede  

Para alterar o cadastro de um hóspede deve-se informar o CPF para que faça uma busca dos dados já cadastrados. O usuário poderá alterar as informações necessárias até mesmo o CPF, exceto a matrícula que é gerada automaticamente, sendo válido para que todos os itens modificados sejam atualizados na base de dados. Para a consulta dos dados do hóspede é apenas necessário informar o CPF , o mesmo processo serve para a exclusão desse hóspede.

Tabela 5 — Consultar, alterar e excluir apartamento
Nome: Consultar, alterar, excluir hóspede   
Descrição: O software permite a consulta, alteração e exclusão de hóspede   
Nome Restrição Categoria Obrigatoriedade
Atualizar campos O sistema deverá permitir a consulta e alteração dos dados pessoais do hóspede já cadastrado no sistema: nome, RG, CPF, data de nascimento, endereço e telefone. Especificação Obrigatório (x) Desejável ( )
Validar CPF O sistema deverá permitir a consulta e alteração do cadastro mediante a validação do CPF do hóspede. Segurança Obrigatório (x) Desejável ( )
Registrar preferências O sistema permite a atualização de suas preferências de hospedagem, se este hóspede se tornar ao longo do tempo um cliente frequente. Especificação Obrigatório ( ) Desejável (x)
Armazenar os dados O sistema permite armazenar os dados mediante a conclusão da alteração do hóspede. Especificação Obrigatório (x) Desejável ( )
    
Os autores (2021)

Consultar, Alterar e Excluir Apartamento

  Para alterar o cadastro de um apartamento deve-se informar o código do apartamento para que faça a busca dos dados já cadastrados. O usuário poderá alterar as informações que julgar necessário até mesmo o próprio código, sendo um novo código, para que todos os itens modificados sejam atualizados na base, para exclusão também é necessário fazer a busca pelo código para encontrar os dados já cadastrados.

Tabela 6 — Consultar, alterar, excluir apartamento
Nome: Consultar, alterar, excluir apartamento   
Descrição: O software permite a consulta, alteração e exclusão de apartamento   
Nome Restrição Categoria Obrigatoriedade
Atualizar campos O sistema deverá permitir a consulta e alteração dos dados dos apartamentos cadastrados como: tipo, valor da diária, número, descrição. Especificação Obrigatório (x) Desejável ( )
Armazenar os dados O sistema permite armazenar os dados mediante a conclusão da alteração do apartamento. Especificação Obrigatório (x) Desejável ( )
    
Os autores (2021)

Registrar Reserva 

Neste quadro podemos ver a descrição para registrar uma reserva é necessário que o hóspede esteja cadastrado e o tipo de apartamento desejado esteja disponível para assim prosseguir, a reserva e preencher os dados para concluir e gerar o código da reserva.

Tabela 7 — Registrar reserva
Nome: Registrar reserva   
Descrição: O software permite a reserva de acordo com a politica do hotel   
Nome Restrição Categoria Obrigatoriedade
Buscar informações do hóspede. O sistema permite verificar se o hóspede é cliente do hotel com base nas informações do cadastro de cliente. Especificação Obrigatório (x) Desejável ( )
Verificar disponibilidade de apartamentos. O sistema permite verificar com base no cadastro de apartamentos sua disponibilidade. Especificação Obrigatório (x) Desejável ( )
Preencher campos O sistema permite o registro dos campos como: tipo de apartamento, número do quarto, data da chegada do hóspede, quantidade de dias previstos, e informações do cliente como: nome, RG, CPF, data de nascimento, endereço, telefone, com base no cadastro de clientes. Especificação Obrigatório (x) Desejável ( )
Armazenar os dados. O sistema permite armazenar os dados mediante a conclusão do registro da reserva. Especificação Obrigatório (x) Desejável ( )
    
Os autores (2021)

Consultar Reserva  

Para consultar uma reserva o quadro acima mostra que é necessário saber o CPF da pessoa que fez a reserva ou buscar pelo código da reserva gerado no momento do registro da reserva.

Tabela 8 — Consultar reserva
Nome: Consultar reserva
Descrição: O software permite a consulta da reserva   
Nome Restrição Categoria Obrigatoriedade
Buscar informações da reserva O sistema permite consultar uma reserva através do CPF do cliente ou pelo número da reserva, Deve trazer todas as informações da reserva. Especificação Obrigatório (x) Desejável ( )
    
Os autores (2021)

Registrar Entrada Através de Reserva  

Para registrar uma entrada por reserva é necessário que o cliente tenha registrado e confirmada sua reserva para assim prosseguir com o check-in e preencher os dados complementares para efetivar a sua estadia no hotel.

Tabela 9 — Registrar Entrada Através de Reserva
Nome: Registrar entrada por reserva   
Descrição: O software permite registrar a entrada atraves da reserva   
Nome Restrição Categoria Obrigatoriedade
Consulta informações de reserva. O sistema permite consultar a existência da reserva com base no código da reserva ou CPF válido do cliente que solicitou. Especificação Obrigatório (x) Desejável ( )
Registrar entrada O sistema permite o registro dos campos como: tipo de apartamento, número do quarto, data da chegada do hóspede, quantidade de dias previstos. Especificação Obrigatório (x) Desejável ( )
Preencher campos O sistema permite o registro dos campos como: tipo de apartamento, número do quarto, data da chegada do hóspede, quantidade de dias previstos, e informações do cliente como: nome, RG, CPF, data de nascimento, endereço, telefone, com base no cadastro de clientes. Especificação Obrigatório (x) Desejável ( )
Armazenar dados de clientes O sistema permite armazenar os dados mediante a conclusão do registro de entrada. Especificação Obrigatório (x) Desejável ( )
Os autores (2021)

Registrar Reserva  

Para registrar uma entrada é necessário que o cliente esteja cadastrado para assim prosseguir com o check-in e preencher os dados da estadia para efetivar a sua entrada no hotel.

Tabela 10 — Registrar entrada
Nome: Registrar entrada   
Descrição: O software permite registrar a entrada   
Nome Restrição Categoria Obrigatoriedade
Consulta hóspede O sistema permite consultar a existência de cadastro de hóspede com base no CPF válido ou nome do cliente. Especificação Obrigatório (x) Desejável ( )
Verificar disponibilidade de apartamentos. O sistema permite verificar com base no cadastro de apartamentos sua disponibilidade. Especificação Obrigatório (x) Desejável ( )
Registrar entrada O sistema permite o registro dos campos como: tipo de apartamento, número do quarto, data da chegada do hóspede, quantidade de dias previstos. Especificação Obrigatório (x) Desejável ( )
Armazenar dados de clientes O sistema permite armazenar os dados mediante a conclusão do registro de entrada. Especificação Obrigatório (x) Desejável ( )
    
Os autores (2021)

Registrar Saída  

Para que o hóspede feche sua estadia há necessidade que seja lançado todos os valores dos serviços oferecidos pelo hotel para assim efetivar o check-out do hóspede.

Tabela 11 — Registrar saída
Nome: Registrar saída   
Descrição: O software permite registrar a saída   
Nome Restrição Categoria Obrigatoriedade
Consultar extrato de gastos do cliente O sistema deverá permitir acesso à consulta do extrato de gastos de clientes que se encontram no campo histórico. Especificação Obrigatório (x) Desejável ( )
Gerar total de gastos do cliente O sistema deverá permitir o valor total de gastos de clientes. Especificação Obrigatório (x) Desejável ( )
Fechar a conta. O sistema deverá atribuir ao registro de saída sua data e hora do encerramento da conta e valor total pago. Especificação Obrigatório (x) Desejável ( )
    
Os autores (2021)

Gerar Relatório Sob Disponibilidade/Ocupação de Acomodações   

Para que o usuário obtenha as informações deverá possuir pelo menos um apartamento cadastrado, assim trazendo todos os dados de ocupações ou reservas existentes para ele.

Tabela 12 — Gerar Relatório Sob Disponibilidade/Ocupação de Acomodações
Nome: Gerar relatório sob disponibilidade/ocupação de acomodações   
Descrição: O software permite gerar relatório das acomodações   
Nome Restrição Categoria Obrigatoriedade
Gerar relatório O sistema permite gerar um relatório que deverá conter a relação de todos os apartamentos do Hotel, quais estão ocupados, quem está ocupando esse apartamento e qual a previsão de liberação desse apartamento. Especificação Obrigatório (x) Desejável ( )
Os autores (2021)
Tabela 13 — Registrar Entrada por Reserva
Nome Registrar Entrada por Reserva GSU-09
Sumário Este caso de uso descreve as etapas necessárias para o registro de entrada por meio de reserva.
Ator primário: Funcionário Ator secundário: Hóspede. Pré-condição: O hóspede ter feito uma reserva anteriormente. Pós-condição: Entrada registrada.
Os autores (2021)

Matriz de Rastreabilidade

Tabela 14 — Matriz de Rastreabilidade
Prioridade Nome Descrição Tipo Responsável Quem solicitou Status
4-Altissimo Diagramação Modelo conceitual técnico Marcus contratante concluído
4-Altissimo Diagramação  Modelo lógico técnico Marcus contratante concluído
4-Altissimo Diagramação Diagrama de casos de uso técnico Matteus contratante concluído
4-Altissimo Diagramação Diagrama de atividade cadastro e reserva técnico Matteus contratante concluído
4-Altissimo Diagramação Diagrama de classe análise técnico Matteus contratante concluído
4-Altissimo Diagramação Diagrama de sequência - cadastro e Reserva técnico Matteus contratante concluído
4-Altissimo Descrição ambiente Descrição de funcionalidades do sistema técnico Leonardo contratante concluído
4-Altissimo Descrição ambiente Desenvolver um escopo do sistema técnico Leonardo contratante concluído
4-Altissimo Descrição ambiente Documentação de requisitos técnico Leonardo contratante concluído
2-Médio Controle de investimento Histórico de hospedagem funcional Jefferson contratante concluído
2-Médio Controle de investimento Relatórios parciais diários funcional Jefferson contratante pendente
2-Médio Controle administrativo Relatório de inadimplentes, bloqueados e cancelados funcional Kelvin contratante pendente
3-Alta Controle de investimento Relatórios de controle mensal funcional Guilherme contratante pendente
3-Alta Controle administrativo Recibos, faturas e notas fiscais ficais funcional Guilherme contratante pendente
Os autores (2021)

MODELADOR DE DADOS

 Para realizar a modelagem do banco foi escolhida a ferramenta brModelo, para fazer a modelagem do diagrama de entidade e relacionamentos, serão utilizados na modelagem do BD, em apenas três níveis de abstração, que são conhecidos pela denominação de modelo conceitual e modelo lógico.

Modelo Conceitual  

O modelo conceitual, também pode ser chamado de modelo de objeto, modelo de domínio e diagrama de classe de análise, sendo ele uma representação visual do mundo real, em um domínio. 

Figura 1 — Modelo Conceitual
Modelo ConceitualOs autores (2021)

Modelo Lógico  

O modelo lógico foi criado levando em conta os exemplos de modelagem de dados levando em conta algumas limitações e implementando recursos como adequação de padrão e nomenclatura, define as chaves primárias e estrangeiras, normalização, integridade referencia.

Figura 2 — Modelo Logico
Modelo LogicoOs autores (2021)

ANÁLISE E PROJETO

  A linguagem UML. (Unified Modeling Language), busca oferecer uma visão dos requisitos e fornece auxílio para levantamento dos mesmo, para construção da arquitetura, com uma compreensão simplificada do software a ser desenvolvido. Através da ferramenta de modelagem de dados StarUML, possibilita a construir modelos para representar a estrutura e o comportamento do sistema.

A Unified Modeling Language tem como objetivo demonstrar, através de conjunto de elementos, como o sistema deverá funcionar parte do sistema irá interagir com as outras. Através de uma linguagem simplificada que facilita na leitura dos diagramas UML.

 Para desenvolvimento do nosso projeto, foi desenvolvido os seguintes diagramas:

Diagrama de Caso de Uso

Diagrama de Atividade

Diagrama de Classe

Diagrama de Sequência

Diagrama de Casos de Uso 

Utilizamos o "Caso de uso" pois é uma das melhores maneiras de compreender o usuário, dessa maneira modelando o que este usuário vai precisar executar. Outro fato seria por exemplo saber onde efetivamente cada "caso de uso" deveria ser utilizado, ou em que lugar as informações seriam guardadas para que posteriormente fossem utilizadas para o funcionamento dos casos de uso.

Figura 3 — Diagrama de Casos de Uso
Diagrama de Casos de UsoOs autores (2021)

Descrição dos Atores

Um ator que representará uma entidade que irá interagir no sistema sempre vai estar ligado ao Casos de uso, esses atores possuem classificações, por exemplo temos os atores principais e também os secundários, os atores principais terão como responsabilidade as principais funcionalidades do software, os atores secundários são os que vão manter, gerenciar e também fazer que o software continue operando.

Para uma correta descrição de um caso de uso é preciso ter a identificação de cada ator, qual seu papel e o que representa sua interação com o software, exemplo disso seria um cliente, o gerente e os funcionários, que foi exatamente os que utilizamos no diagrama de casos de uso do software de gerenciamento do Air Hostel.

Cliente:

 de acordo com o caso de uso este é um ator considerado secundário, pois realiza as tarefas de criar seu registro como hóspede, check-in, check-in por reserva e check-out, ele é o hóspede que irá se beneficiar das tarefas citadas acima.

Funcionário

De acordo com o diagrama de casos de uso do Air Hostel consideramos este ator com uma classificação de primário, ele inicia e atua em todos os casos de uso do software, a comunicação de cada ator é feita através de mensagens no sistema, com envios e recebimentos, o inicio dos processos tem como representação o símbolo de uma elipse que se conecta com o símbolos que representam os atores, cada linha que conecta uma elipse e um ator tem por finalidade mostrar suas interações. Em um diagrama de casos de uso essas interações são indispensáveis, através dela conseguimos descrever como deverá ser feita a comunicação entre os atores e os casos de uso, no diagrama do software do Air Hostel as interações de comunicação tem a extensão que é representada "<>" e também possui a inclusão que é representada por "<>". Para ter um caminho concreto na conexão de um ator com um caso de uso utilizamos a comunicação, quando falamos em extensão estamos nos referindo sobre um relacionamento de caso de uso para outro, detalhando como definimos o comportamento de um primeiro caso de uso para um segundo, também é utilizada para expressar rotinas de exceção e para descrever cenários não obrigatórios (opcionais) de um caso de uso que ocorrerá somente em uma específica situação.

Detalhamento dos Casos de Uso

O diagrama de casos de uso é um processo disparado pelo usuário, sendo assim vamos descrever os modelos que foram usados para a descrição dos casos de uso:

  • Nome: índice para referenciar o diagrama de caso de uso.
  • Sumário: índice para referenciar a descrição do caso de uso.
  • Ator primário: índice para referenciar o nome do ator na qual iniciou o caso de uso.
  • Atores Secundário: índice para referenciar participantes deste caso de uso.
  • Pré–condição: este índice refere quais hipóteses serão assumidas como verdadeiras para podermos dar inicio ao caso de uso.
  • Pós–condição: já este se refere a finalização e ou encerramento do caso de uso.
  • Fluxo principal: este índice refere-se a descrição da sequência de passos ou seja o que normalmente acontece quando se dá inicio ao caso de uso.
  • Fluxo de exceção: índice que referencia quando acontece algo indesejado no sistema e o usuário.
Quadro 1 — Regra de Negócio
Nome Permissão GN-01
Descrição Somente poderão operar o sistema quem efetuar o login. 
Nome Cadastro de dados pessoais GN-02
Descrição Serão cadastrados funcionários/hóspedes com dados válidos. 
Nome Preenchimento de dados obrigatórios GN-03
Descrição Salvará os dados apenas após os preenchimentos de todos os dados obrigatórios. 
Nome Cliente cadastrado GN-04
Descrição Só é efetivada a reserva ou entrada no hotel com o Cliente cadastrado. 
Nome Apartamento disponível GN-05
Descrição Somente com apartamento disponível a reserva ou entrada do hotel é efetivada. 
Os autores (2021)
Quadro 2 — Cadastrar funcionário
Nome Cadastrar Funcionário GSU-01
Sumário Este caso de uso descreve as etapas de cadastro de funcionários.
Ator primário: funcionário Ator secundário: N/A Pré-condição: O funcionário deve estar logado no sistema e funcionário e possuir os dados válidos. Pós-condição: Funcionário cadastrado.
Fluxo Principal  
1. O caso de uso inicia quando o funcionário acessa o menu. 2. O sistema apresenta o submenu de opções do funcionário 3. O funcionário clica em cadastrar novo. 4. O sistema apresenta os campos para cadastro de novo usuário. 5. Funcionário insere dados de um novo usuário. 6. O sistema armazena os dados obtidos e gera um novo código de acesso. 7. O caso de uso finaliza quando o sistema envia uma mensagem que os dados foram salvos com sucesso.
Fluxo de Exceção: Dados obrigatórios não Preenchidos.  
a. O sistema verifica se todos os campos obrigatórios foram preenchidos. b. O caso de uso retorna ao passo 3.
Regra de Negócio Associadas  
GN–01, GN–02 e GN–03. 
Os autores (2021)
Quadro 3 — Fluxo Principal
Fluxo Principal
1. O caso de uso inicia quando o funcionário acessa o menu. 2. O sistema apresenta o submenu de opções do funcionário 3. O funcionário clica em cadastrar novo. 4. O sistema apresenta os campos para cadastro de novo usuário. 5. Funcionário insere dados de um novo usuário. 6. O sistema armazena os dados obtidos e gera um novo código de acesso. 7. O caso de uso finaliza quando o sistema envia uma mensagem que os dados foram salvos com sucesso.
Os autores (2021)
Quadro 4 — Fluxo de Exceção: Dados obrigatórios não Preenchidos.
Fluxo de Exceção: Dados obrigatórios não Preenchidos.
a. O sistema verifica se todos os campos obrigatórios foram preenchidos. b. O caso de uso retorna ao passo 3.
Os autores (2021)
Tabela 15 — Cadastrar Hóspede
Nome Cadastrar Hóspede GSU-02
Sumário Este caso de uso descreve as etapas de cadastro de hóspede no hotel.
Ator primário: Funcionário Ator secundário: Hóspede Pré-condição: Funcionário logando no sistema e o Hóspede com os dados válidos. Pós-condição: Funcionário cadastrado.
Fluxo Principal 
1. Inicia o fluxo após o click no menu de Hóspede. 2. O sistema apresenta as opções de sub menu do hóspede. 3. O funcionário clica em cadastrar novo. 4. O sistema apresenta tela com campos necessários para cadastro de hóspedes. 5. O funcionário insere os dados do cliente ao sistema. 6. O sistema armazena os dados obtidos. 7. O caso de uso finaliza com a saída do sistema com a mensagem de dados salvos com sucesso.
Os autores (2021)
Quadro 5 — Fluxo de Exceção: Dados obrigatórios não Preenchidos.
Fluxo de Exceção: Dados obrigatórios não Preenchidos.
a. O sistema verifica se todos os campos obrigatórios foram preenchidos. b. O caso de uso retorna ao passo 3.
Os autores (2021)
Quadro 6 — Fluxo de Exceção: reserva não cadastrada.
Fluxo de Exceção: reserva não cadastrada.
a. O sistema emite uma mensagem dizendo que o cliente não possui reserva e não disponibiliza o check-in do Hóspede. b. Caso de uso é encerrado.
Regra de Negócio Associadas
GN–01, GN–02, GN-03, GN-04 e GN-05.
Os autores (2021)

Diagrama de Atividade 

O Diagrama de Atividade é considerado como um diagrama de comportamento, descrevendo os passos a passos necessidades do sistema que está sendo modelado. Com isso ele auxilia a unir os responsáveis pela regra de negócio e os desenvolvedores do sistema.

Através do diagrama de atividade é possível:

  • Descrever etapas que foram realizadas em um caso de uso
  • Demonstrar as regras de negócio ou fluxo de trabalho entre usuário e o software.
  •  Esclarecer caso de uso complicados
  • Modelar elementos de arquitetura de software, através de método, função e operação

Figura 4 — Diagrama de Atividade Cadastro e Reserva
Diagrama de Atividade Cadastro e ReservaOs autores (2021)

Diagrama de Classe

O Diagrama classe é considerado como o mais utilizado dentre os diagramas da UML., sendo muito utilizado entre os engenheiros de software para documentar deforma clara e estruturada ao modelar as classes, atributos, relações entre objetos, operações, relacionam e trocam informações entre si. A figura 5 demonstra um exemplo desse diagrama.

Através do diagrama de atividade é possível:

• Melhora a visualização dos esquemas da aplicação e expressa as necessidades específicas.

• Demonstrar modelos de dados para sistemas de informação.

As classes possuem diferentes níveis de acesso, separados pelos seguintes símbolos:

• Público (+)

• Privado (-)

• Protegido (#)

• Pacote (~)

• Derivado (/)

• Estático (sublinhado)

Figura 5 — Diagrama de Classe Analise
Diagrama de Classe AnaliseOs autores (2021)

Diagrama de Sequência

 O Diagrama de Sequência incide especificamente sobre linhas da vida de processos simultâneos trabalha em conjunto e trocam mensagens.

Estes diagramas são utilizados pelos desenvolvedores de software e os responsáveis pela regra de negócios, para entender as necessidades do sistema, pois eles se baseiam no diagrama de caso de uso e diagrama de classes, para determinar os objetos das classes envolvidas em um processo e seus métodos que são disparados entre eles, identificar o gerador do processo modelado e o ator responsável por este evento, determina como o processo deve se desenrolar e ser concluído. A figura 6 apresenta diagrama de sequência do cadastro de hospede e reserva.

Figura 6 — Diagrama de Sequencia - Cadastro e Reserva
Diagrama de Sequencia - Cadastro e ReservaOs autores (2021)

ESTRUTURA E CÓDIGO

Arquitetura

Neste capítulo iremos abordar sobre a escolha da estrutura de dados do desenvolvimento do projeto e aplicação de conceitos de separação de escopos, sendo este um campo que vem desde a década de 90 aderindo um esforço significativo dos profissionais de TI para definir e codificar os aspectos fundamentais sobre arquitetura. 

 Levando em consideração que para ter melhores resultados nos projetos, primeiramente é necessário entender o problema e a necessidade do cliente, para assim melhor ter uma especificação do padrão de arquitetura que os engenheiros de software irão adotar no projeto.

 Neste projeto iremos adotar como padrão de codificação, o paradigma de chamado POO (Programação Orientada a Objetos) no inglês chamado OOP (Object Oriented Programming). O POO é um modelo de análise, projeto e codificação na qual é visado chegar o mais próximo possível do mundo real com a interação dos objetos, atributos e métodos fornecidos no levantamento de requisitos feito pela equipe de engenharia de software com o cliente na fase inicial do projeto e assim operar esses conteúdos no software que será desenvolvido. 

C# (C Sharp)  

 Neste projeto iremos aderir C# como a linguagem de programação para efetuarmos a codificação de nosso projeto, visto que esta é uma linguagem moderna, orientada a objeto e totalmente tipada (tipagem forte). Com o C# (C Sharp) é possível criar diversos tipos de aplicativos seguros e robustos nas quais são executados no ecossistema do .NET. 

Camada MVC

O padrão de arquitetura MVC foi criado no ano de 1979 pelo cientista da computação norueguês.

 O princípio básico do MVC é dividido em 3 camadas sendo elas model, view e controller.

 Através do MVC é possível separar a interface do usuário das regras de negócio, a reutilização de códigos entre outros projetos diferentes, a facilidade na compreensão e manutenção das aplicações, criação de múltiplas interfaces do sistema com o usuário sendo alguns dos benefícios do MVC.

  • Model: Responsável pelos acessos e manipulação de dados da aplicação, acessando BD para solicitar alguma consulta
  • View: Responsável pela interface gerada para o usuário.
  • Controller: Responsável pelo controle entre MODEL e VIEW, Ao receber as requisições do usuário a camada controller utiliza a camada MODEL para receber os dados e utilizar a VIEW para renderizar a saída das informações para o usuário.

Neste projeto será utilizado o ASP.NET MVC que é compatível com C# para gerar essas camadas.

.NET Framework   

.NET Framework é um ambiente de execução gerenciado que fornece uma variedade de serviços para seus aplicativos em execução. Ele consiste em dois componentes principais: 

 O CLR (Common Language Runtime), o mecanismo de execução que manipula aplicativos em execução, e a biblioteca de classes .NET Framework, que oferece uma biblioteca de códigos testados e reutilizáveis que os desenvolvedores podem chamar de seus próprios aplicativos.

 A aplicação será desenvolvida através do ASP.NET utilizando a linguagens c# que engloba o sistema da aplicação, através do Visual Studio.

INTERFACES

Interface Desktop   

As telas de interfaces do app foram desenvolvida através do Visual Studio( Windows Forms) para melhor interação com o usuário, é um ambiente de desenvolvimento integrado (IDE) da Microsoft, o usuário preencherá os campos em vermelho descrita em cada imagem, e o resultado sairá automaticamente no campo azul como, nome do cliente, RG, endereço e outros, de acordo com cada necessidade com isso agiliza os processos do usuário, conforme imagens na lista de figuras. Haverá restrição de atividade de acordo com a hierarquia do hotel.

Figura 7 — Tela login
Tela loginOs autores (2021)

Após a validação do login e senha o usuário será redirecionado para o menu principal de acordo com cada cargo;

Figura 8 — Menu principal recepcionista
Menu principal recepcionistaOs autores (2021)

No menu principal terá todas as atividades pertinentes ao cargo figura 8, em forma de botão, ao clicar será redirecionado para a atividade desejada.

 

Figura 9 — Menu principal gerente
Menu principal gerenteOs autores (2021)

O menu do gerente contém as atividades pertinentes ao cargo figura 9, em forma de botão, clicando será redirecionado para a atividade desejada;

Figura 10 — Alterar apartamento
Alterar apartamentoOs autores (2021)

Figura 11 — Alterar funcionário
Alterar funcionárioOs autores (2021)

Figura 12 — Alterar hóspede
Alterar hóspedeOs autores (2021)

Figura 13 — Alterar reserva
Alterar reservaOs autores (2021)

As funções de alterar informações como na figura 10 descrevendo o quarto será possível alterar o tipo do quarto(1 solteiro, 2 solteiros, 1 casal e 1 solteiro e 1 casal) de acordo com a quantidades de camas, valor da diária e alguma descrição do tipo( wi-fi, frigobar, cofre e etc) , figura 11 para alterar algum funcionário, preenchendo o CPF, as informações do funcionário será preenchida automaticamente de acordo com as informações preenchidas na imagem 16, para alterar alguma informação do hóspede como na figura 12 preenchendo o CPF do mesmo, as informações será preenchida automaticamente de acordo com os dados digitados na figura 15 e para alterar a reserva como na figura 13, precisa preencher os dados do hóspede na tela de consultar reserva figura 19, após conter as informações do hóspede, se assim desejar clicando no botão alterar reserva será redirecionado para a figura 13 com todas as informações preenchidas, e somente podendo alterar as datas de check-in e check-out.

Figura 14 — Cadastrar apartamento
Cadastrar apartamentoOs autores (2021)

Figura 15 — Cadastrar hóspede
Cadastrar hóspedeOs autores (2021)

Figura 16 — Cadastrar funcionário
Cadastrar funcionárioOs autores (2021)

Para cadastrar as informações dos apartamento, hóspedes e funcionários é preciso preencher todas as informações de cada campo destacado em vermelho como corresponde na figura 14 , figura 15 e figura 16. Após clicar no botão cadastrar as informações serão salvas e para confirmação que o cadastro ocorreu com sucesso, aparecerá na tela uma mensagem como vemos na figura 16 destacada em verde.

Figura 17 — Realizar check-in dos clientes
Realizar check-in dos clientesOs autores (2021)

Figura 18 — Realizar check-out dos clientes
Realizar check-out dos clientesOs autores (2021)

Para realizar o check-in é preciso preencher os campos destacados em vermelho figura 17, como ID(que é fornecido no ato de cada reserva) ou CPF para que todas as informações sejam mostradas, como nome, RG que estão em destaque azul na figura 17 e 18. Para realizar o check-out como na figura 18, após preencher o ID ou CPF, conferir se as informações em destaque azul tais como quarto, datas e nome estão corretas, prosseguir clicando no botão check-out em destaque verde, será redirecionado para a tela de pagamento figura 27.

Figura 19 — Consultar reserva
Consultar reservaOs autores (2021)

Figura 20 — Consultar apartamento
Consultar apartamentoOs autores (2021)

Figura 21 — Consultar funcionário
Consultar funcionárioOs autores (2021)

Figura 22 — Consultar hóspede
Consultar hóspedeOs autores (2021)

O sistema de consulta de apartamento, hóspede, funcionário e reserva é preciso preencher de forma correta as informações pertinente em cada campo em destaque vermelho (figura 19, figura 20 , figura 21 e figura 22) e as informações que estão em destaque azul se preenche automaticamente de acordo com as informações preenchidas nas figura 14, figura 15, figura 16 e figura 28.

Figura 23 — Excluir apartamento
Excluir apartamentoOs autores (2021)

Figura 24 — Excluir funcionário
Excluir funcionárioOs autores (2021)

Figura 25 — Excluir hóspede
Excluir hóspedeOs autores (2021)

Como na figura 23, figura 24 e figura 25 é preciso preencher as informações pertinente ao campo em destaque vermelho, para as informações em destaque azul se preencher automaticamente, e assim fazer a exclusão desejada clicando no botão excluir, será emitida uma mensagem de exclusão feita com sucesso em destaque verde.

Figura 26 — Mapa hospedagem
Mapa hospedagemOs autores (2021)

O mapa de hospedagem figura 26 contém as informações de todos os representantes de cada quarto, como nome, quarto e dias de check-in e check-out, mostrando o total de quartos ocupados e disponíveis.

Figura 27 — Pagamento
PagamentoOs autores (2021)

A tela de pagamento figura 27 contará com as informações do nome do hóspede, quarto, dias de check-in e check-out, quantos dias o quarto foi ocupado, valor da diária e valor total, podendo pagar com diversas formas de pagamentos(débito, crédito, dinheiro e PIX);

Figura 28 — Reserva de clientes
Reserva de clientesOs autores (2021)

A reserva de quartos será feita na tela de reserva de clientes figura 28, assim que preencher as informações dos clientes nos campos em destaque vermelho, e clicando no botão reserva, será emitido uma mensagem reservada realizada com sucesso em destaque verde, e um número de ID será gerado(cada reserva com números diferentes) para consultas posteriores.

Interface Web

 Logo abaixo temos as figuras que representam a interface da aplicação web, onde será possível encontrar por meio de busca no google ou por meio de url, na qual será possível uma iteração do usuário cliente a fim de buscar informações sobre a hotelaria e até mesmo fazer uma reserva, via um formulário acessível na página.

Figura 29 — Tela home web
Tela home webOs autores (2021)

Figura 30 — Tela formulário de reserva web
Tela formulário de reserva webOs autores (2021)

Interface Mobile  

 Referente às telas do mobile abaixo temos as figuras que representam a interface da aplicação mobile, onde será possível encontrar por meio de busca no google ou por meio de url, a interface mobile, assim como a web será possível uma iteração do usuário cliente a fim de buscar informações sobre a hotelaria e até mesmo fazer uma reserva, via um formulário acessível na página.

Figura 31 — Tela home mobile
Tela home mobileOs autores (2021)

Figura 32 — Tela formulário de reserva mobile
Tela formulário de reserva mobileOs autores (2021)

CONCLUSÃO

O crescimento da utilização de sistemas web está em ritmo acelerado o que torna imprescindível a adoção de tais sistemas em ambientes onde a velocidade e a adaptabilidade são fatores fundamentais. 

 Analisando as necessidades do cliente, as suas exigências e também o ambiente onde o sistema será implantado, então foram escolhidas as ferramentas, as metodologias, os frameworks e a linguagem que atende melhor o cliente. 

 Através da análise foi possível planejar um sistema ágil e confiável e que possui a possibilidade de qualquer computador da rede do hotel, necessitando apenas ter acesso à Internet. 

 Foi adquirido conhecimento em framework .NET, do padrão MVC, que foram utilizados nesse sistema. A integração dos frameworks juntamente com os padrões de projeto resultou na arquitetura em si, foi utilizado a linguagem C# visto que esta é uma linguagem moderna, orientada a objeto e fortemente tipado.

 Todos os resultados obtidos foram fruto de uma equipe comprometida, cada integrante ficou responsável por uma parte do projeto escolhendo a metodologia, as ferramentas e trabalhando na representação da ideia em forma de formulários, documentos e diagramas tornando fácil e desprovida de entendimento ambíguo.

 Todas as experiências obtidas em aula foram utilizadas para o desenvolvimento do projeto em seu todo, assim atingindo todos os requisitos, o comprometimento com prazos e principalmente a experiência na parte de análise e projetos de sistemas voltados para web, esse projeto foi o crescimento profissional de toda a equipe que está apta a desenvolver atividades fora do ambiente acadêmico.

Referências

Devmedia. Especificação de Casos de Uso. Disponível em: https://www.devmedia.com.br/especificacao-de-casos-de-uso-na-pratica/18427. Acesso em: 1 jun. 2021.

DMITRUKHilda Beatriz (Org.). Cadernos Metodológicos: Diretrizes da Metodologia Científica. 5. ed. Chapecó: Argos, 2001. 123 p.

GomesGustavo Bueno. Gerenciamento De Facilities Na Hotelaria, f. 80. 2016. 160 p.

GuedesGilleanes T. A.. UML 2 – Guia Prático - 2ª Edição. Novatec Editora, f. 96, 2014. 192 p.

Lucidchart. O que é diagrama de atividades UML?. Disponível em: https://www.lucidchart.com/pages/pt/o-que-e-diagrama-de-atividades-uml. Acesso em: 24 mai. 2021.

Use agora o Mettzer em todos
os seus trabalhos acadêmicos

Economize 40% do seu tempo de produção científica