RESENHA

UNIVERSIDADE PARANAENSE

RESENHA

academico: leonardo andrade

autor: joao sette w. ferreira

Resumo

Este é o resumo do seu projeto. Ele é um elemento obrigatório pelas normas da ABNT e o tamanho recomendado é de 150 a 500 palavras. Nele você deve apresentar de forma sintética os pontos principais do trabalho. Utilize a terceira pessoa do singular, na voz ativa. Procure utilizar frases claras, afirmativas e evite enumeração de tópicos. Ressalte o objetivo, o método, os resultados e as conclusões obtidas no estudo. A primeira frase deve destacar o tema principal do trabalho. Abaixo do resumo você encontra as palavras chave, que serão utilizadas para a catalogação dos trabalhos na biblioteca. Utilize de 3 a 5 palavras separadas por ponto.

Palavras-chave: Mettzer. Formatação. Trabalho acadêmico.

Abstract

This is your abstract. The abstract follow the same rules from Resumo, and usually is it’s translation. The same rules are applied to the keywords.

Palavras-chave: Mettzer. Formatting. Academic work.

Introdução

Trata-se em estudos analisados conforme o passar do tempo, que estuda as sociedades e os espaços que ela esta inserida.Tem como um dos objetivos a melhoria onde a população esta, para que todos vivam bem. Mas muitas vezes so fica no papel,e nas promessas.

As sociedades modernas e seus estados 

Ao decorrer do tempo as sociedades se diferenciaram por vários motivos, a contemporânea por reunir em um determinado espaço um grupo de pessoas por suas étnicas e cultura, este convívio gera regras que podem se tornar leis, nas industriais capitalistas que podem assegurar que todos acesse esse capital e garantir condições básica de vida para cada membro, desta forma surge o estado moderno no qual o seu papel é atuar como gestor e atuar nas relações sociais. O gestor que governa tem também como função criar laços intercomunicativos para que gerem mais acervo econômico, e o estado exerce o papel de mediador entre os agentes. Dentro dessa analise percebe-se os diferentes agentes, o dinâmico, o socioeconômico político, o cidadão, a economia, todos se movimentam em uma só função a inter-relação sobre todos.

A ocupação do espaço é influenciada pela sua organização funcional, no Brasil em meados de 40 tivemos o que foi chamado fordismo periférico, que sua maior característica foi trazer grandes empresas multinacionais para o Brasil, mas o gestor daquela época (governo) escolhiam os lugares onde se estalariam essas empresas, criando situações trágicas para algumas pessoas. O Estado divide- se em três poderes: executivo que cumpre e controla os poderes da lei, o legislativo que elabora as leis e o judiciário que controla o cumprimento correto das leis, todos esses trabalham para que a sociedade tenha uma melhor vida social e exerce também uma função de organizar os diferentes interesses que existem na sociedade.

Para elaborar um projeto o poder executivo formados por profissionais específicos se reúnem para um estudo metodológico para criar uma ação visando a solução do problema levantado, a ação se divide em três etapas, a primeira etapa é a analise do problema na realidades, pois precisa-se analisar e ouvir todas as partes envolvidas na dinâmica urbana, segunda etapa é aprovação do projeto na camará competente , a terceira etapa é colocar o projeto em pratica assim tirar o mesmo do papel, mas para que todo projeto aconteça precisamos de dinheiro e precisamos garantir que todo capital arrecadado junto a sociedade compõe o orçamento estabelecido pelo gestor, e para isso acontecer é preciso que todos os agentes estejam envolvidos criando interesse publico, porem encontramos muita dificuldade perante o poder legislativo, pois podem elaborar orçamentos de seus próprios interesses pessoais, no Brasil a uma estrema dificuldade de ter previsibilidades quanto as verbas, pois as mesmas são destinadas a diferentes atuações do estado.

O texto trás como solução o chamado orçamento participativo que é o poder executivo, prefeitura, o estado junto os atores sociais que tem como função estabelecer o bem social entre todos.

gLobalização 

A nova globalização trás uma analise critica sobre o modelo fordismo no qual trás uma dependência de determinada empresa que veio de fora com sistema capitalista pensando em lucrar somente nos seus interesses, outro fator importante foi a tecnologia que multilou algumas empresas em determinados países, obrigando essas empresas a se deslocar para outros, criando impactos irredutíveis quando se estalavam nessa nova sociedade.

Com toda essas mudanças globais o planejamento urbano também passou por transformações, o planejamento não pode ficar com sua metodologia atrasada pois nos dias atuais em que vivemos a complexidade de estratégias fica cada vez mais difícil, o estado por sua vez vê-se diante de novas forças do capital mais flexíveis e ages, grandes empresas interferindo em algumas decisões do estado, então uma das ideias é criar co-agentes capacitados que possam agir entre o gestor o setor privado e o bem estar social, criando assim uma relação no qual todos se beneficiam e o problema possa ser solucionado.

Conclusão

O texto trata de varias relações metodológicas dos agentes que atuam no governo, elaboram-se varias ideias que possam resolver as situações do bem estar social , todas as ideais baseando-se em fatos estudados, mas não buscaram a fundo saber o verdadeiro problema que seria estabelecer um contato mais próximo a população para saber realmente qual problema naquele momento, pois com o passar do tempo se este problema não for solucionado ele acarretara outros gerando um descontentamento da população com os agentes envolvidos. 

Mas se ele for solucionado os agentes ganharam créditos para possíveis projetos futuros, sejam eles a curto, médio ou longo prazo.

.

APÊNDICE A — Subtitítulo do apêndice

Apêndices tem objetivo de melhorar a compreensão textual, ou seja, completar ideias desenvolvidas no decorrer do trabalho.

ANEXO A — Subtitítulo do anexo

Anexos são elementos que dão suporte ao texto, mas que não foram elaborados pelo autor.

feito

Use agora o Mettzer em todos
os seus trabalhos acadêmicos

Economize 40% do seu tempo de produção científica