Meu TCC

UNIVERSIDADE PAULISTA

Meu TCC

YASMIM MAIA

Resumo

Palavras-chave: .

Abstract

Keywords:

Introdução

Embora hoje a população idosa esteja crescendo, a sociedade e os ambientes ainda não estão totalmente preparados para tratar das pessoas com idade avançada, principalmente quando há problemas de saúde física e mental decorrentes da velhice. Melhorando o ambiente em que vivem é possível melhorar a qualidade de vida, possibilitando mais autonomia e liberdade para os mesmos. Pretende-se visar a acessibilidade e o senso comunitário, pensando sempre na melhoria das condições adequadas da população idosa. Esse trabalho de conclusão de curso apresenta estudo de acessibilidade, aumento da população idosa, e estudo preliminar de um Conjunto Residencial para Idosos localizado em Goiânia, no bairro Losandes.

Em vez de ser tratado como um problema, o aumento da longevidade humana deve ser um motivo a se comemorar.25 Os dados demonstram que a transição demográfica brasileira representa uma conquista e uma responsabilidade para os gestores públicos e para a sociedade. É essencial realizar investimentos que fortaleçam a autonomia e promovam a vida saudável dos idosos, assim como garantir uma atenção adequada às suas necessidades. Para isso, é fundamental direcionar o planejamento das políticas e serviços, afinal, de agora em diante a população idosa aumentará até os anos 2050.26

https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1809-98232016000300507&script=sci_arttext&tlng=pt

Velhice x envelhecer

Com a expectativa de vida aumentando e o número de natalidade diminuindo, consequentemente a população virá se tornar mais velha. Com isso vem a preocupação de adaptarmos a cidade para essa geração.

Quando nos referimos a um idoso, logo vem a imagem de uma pessoa frágil e debilitada. Com o avanço da tecnologia e ciência, temos visto uma grande mudança nesse cenário. Existe sim a possibilidade de envelhecermos com saúde e autonomia.

O envelhecimento deve ser entendido como um processo natural da vida, pois acarretará algumas alterações sofridas pelo organismo, nesta fase é considerado normal. Desde o momento em que nascemos, já começamos o processo de envelhecimento. 

ENVELHECIMENTO NO BRASIL

O processo de envelhecimento é um fato e está em aceleração. Isso se dá pela evolução da ciência. Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde) idoso é a pessoa com 60 anos ou mais para países em desenvolvimento e países desenvolvidos admite-se a idade de 65 anos. Segundo a FMI o Brasil é um pais em desenvolvimento, portanto aderimos a idade de 60 anos (TEIXEIRA2020).

De acordo com o Instituído Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) a expectativa de vida do brasileiro desde 1940 aumentou 31,1 anos onde uma pessoa nascida em 2018 conseguirá viver em média 76,6 anos, estima-se que as pessoas nascidas em 2060, cegará aos 81 anos. Isso equivale um aumento de 30,5 anos desde 1940 (CAMPOS, 2020).

Outra forma de entendermos o processo de envelhecimento no brasil, é pela inversão da pirâmide etária esse estudo realizado pelo IBGE em 2018 aponta que em 2043 um quarto da população será composta por idosos, em 2047 a população deixará de crescer e a começará o processo de envelhecimento populacional. O índice de envelhecimento apontado em 2018 foi de 43,19%, a previsão para 2060 é que esse valor se multiplique por 4, 173,47% (Perissé Marli).

Figura 1 — Pirâmide Etária
Pirâmide EtáriaO autor (2021)

Algo importante a se acompanhar é a qualidade de vida dessa parcela da população. a Universidade Southampton nos EUA juntamente com, HelpAge International em 2015 criaram um rankinkg dos melhores países para os idosos viverem. Foram 96 países participantes da pesquisa, o Brasill ocupou o 56º lugar. Para esse estudo quatro itens foram analisados, sendo eles: ambiente favorável para se viver (acesso aos transportes públicos, segurança, liberdade cívica), renda (cobertura previdenciária e índice de pobreza na população idosa), capacitação (emprego e grau de instrução) e saúde (expectativa de vida, bem-estar psicológico). (Boletim..., 2015).

A projeção feita pela OMS é que em 2025 o Brasil esteja em sexto lugar no ranking dos países com maior numero de idosos. Com intuito de proporcionar um envelhecimento com maior qualidade de vida algumas medidas foram criadas, como por exemplo o programa do Ministério da Saúde"Brasil Saudável" que consiste em uma ação para promover modos de vida mais saudáveis, onde estimula redução do consumo do tabaco, pratica de atividades físicas e alimentação saudável. A Secretaria de Vigilância em Saúde reproduziu o documento elaborado pela a Unidade de Envelhecimento e Curso de Vida da Organização Mundial de Saúde (OMS) "Envelhecimento Saudável - Uma politica de Saúde" (SAÚDE, 2005).

ambiente e o idoso

A relação entre o ambiente, o individuo e seu envelhecimento é fundamental para identificar as novas demandas ao ambiente construído. Os ambiente precisa ser moldado de acordo com usuário que ali vive. Sendo assim, suas necessidades moldam o espaço. (DOS SANTOS, 2017).

Os seres humanos são seres sociais com os quais interagem com o ambiente físico e social, as quais pode interferir no processo de envelhecimento, positivamente ou negativamente. (BESTETTI, 2014, p. 602).

Os edifícios são construídos para pessoas e para serem habitados por elas. Em cada processo projetual de arquitetura, conforme dimensões e os filmes mentos do corpo humano são os determinantes da forma e tamanho dos equipamentos, mobiliário e espaço ou pelo menos estudado ser (BOUERI FILHO, 2008).


Um dos aspectos mais importantes no envelhecimento é o bem-estar psicológico, e um dos fatores que tem grande influencia é o ambiente. A arquitetura além de cumprir sua função básica de abrigar, ela também pode expressar sentimentos. Os ambientes emanam estímulos que podem nos agradar ou desagradar. Existe uma série de elementos que compõe o meio ambiente como ventilação, sonoridade, temperatura, formas, função, texturas, cores e simbologias. Ao falar de ambiência, é necessário pensar em todos esses elementos e gerar um equilíbrio entre eles. Existe também alguns estímulos subjetivos, onde adquirimos culturalmente de acordo com as experiências vividas, compondo significados positivos ou negativos. (BESTETTI, 2014).

Conforto é a condição de bem-estar relativa às necessidades do indivíduo e sua inserção no ambiente imediato. Envolve não somente a eleição de critérios térmico, acústico, visual ou ainda químico, mas também o acréscimo de emoção e prazer, atribuindo-lhe um caráter holístico, já que o ambiente construído é um anteparo existencial, sendo abrigo para o corpo e para a alma (BESTETTI, 2014, p. 602-603).


Com o processo de envelhecimento, os movimentos se tornam mais limitados, é necessário criar um ambiente planejado a fim de minimizar ao máximo riscos de acidentes minimizando as perdas funcionais causadas pela longevidade. Assim, oferecemos mais conforto, segurança e autonomia (VIANA; ZENDRON; MENDONÇA).

 ORIGEM HISTÓRICA DAS INSTITUIÇÕES DE LONGA PERMANÊNCIA NO BRASIL

Os Asylos era uma alternativa para cuidado de pessoas debilitadas e que estivessem impossibilitadas de se sustentar ou prover seu próprio cuidado seja por deficiência física ou cognitiva.

O primeiro Asylo que se tem documentado foi em 1794, no Rio de Janeiro, foi fundado a Casa dos Invalidos, criado pelo Conde Resende, tinha como intuito abrigar soldados velhos como reconhecimento pelo serviço que prestaram pela nação (AraújoSouzaFaro)

Figura 2 — Casa São Luiz
Casa São LuizCasa São Luiz

O primeiro asilo no brasil voltado exclusivamente para idosos foi criado em 04 de setembro de 1890 pelo Visconde Luiz Augusto Ferreira DAlmeida, onde chamava "Asylo São Luiz para velhice desamparada" (Figura 2). Tinha como objetivo abrigar seus funcionários da fabrica, que já estavam com a idade avançada (Casa São Luiz). A intenção era mostrar para o população que eles necessitavam de cuidados específicos e procuravam torna-las um alvo das preocupações sociais. Contudo operava de forma isolada da cidade. A partir de 1909 o asilo criou uma ala destinada a mensalistas. Hoje em dia o antigo "Asylo São Luiz para velhice desamparada" se chama Casa São Luiz e é considerado como uma instituição de alto padrão. (((( ******** PEDIR ORIENTAÇÃO PROFESSORA, PEGUEI INFORMAÇÃO DE OUTRO TCC ******* )))

Problemas da metodologia das ilpiS

Com o envelhecimento da população, a demanda por instituição para idosos tende a aumentar, e o Brasil não esta preparado preparado para esta demanda. Existem poucos estudos sobre a institucionalização dos idosos, e os poucos que existem são rasos, e não analisam com perspicácia (FREITAS; SCHEICHER, 2010).

Os abrigos são moradias inadequadas e insuficientes para atender às necessidades dos idosos além de dificultar o relacionamento interpessoal no contexto da comunidade, onde é essencial para a manutenção da vida dos idosos Desde a implantação do abrigo, sua função não tem sido promover a reabilitação das pessoas que ali residem, nem estimulá-las a retornar a sua comunidade e sim oferecer apenas os cuidados suficientes às pessoas que estejam em seus últimos dias de vida (DAVIM et al., 2004). A mudança para uma instituição de longo prazo (ILP) sempre foi um grande desafio para eles, pois muitas vezes é enfrentado mudanças radicais em seus estilos de vida, que vão contra todo o seu plano de sobrevivência. (FREIRE JÚNIOR; TAVARES, 2005).

A institucionalização é um dos fatores para o desenvolvimento da depressão, o isolamento social gera perda de autoestima, identidade e liberdade e muitas vezes repudio da própria vida, o que justifica a alta prevalência de doenças mentais em lares de idosos. (FREITAS; SCHEICHER, 2010; FREIRE JÚNIOR; TAVARES, 2005).

Foi realizado um estudo em idosos lúcidos, nele constatou que antes da institucionalização, tanto homens quanto mulheres realizavam atividades rotineiras, o que favorecia a independência e autonomia. Após a institucionalização, muitas pessoas perderam a capacidade funcional por falta dessas atividades. Esses resultados indicam que a forma como a maioria das instituições tratam os idosos podem torná-los dependentes e incapacitados (FREITAS; SCHEICHER, 2010) (((( ***** Tirar duvida com a professora sobre como citar, tinha um Mazuim 15 ******* ))))))) .

arquitetura inclusiva

ESTUDO DE CASO

Neste capítulo, será feito analise de estudos de caso a fim de compreender a demanda, para definir planos e iniciar dimensões pré-definidas para o desenvolvimento do projeto preliminar. A intenção deste capitulo é entender quais as necessidades que uma ILPI necessita, ver as diferentes soluções propostas pelos arquitetos.

Lar de Idosos em Perafita

Arquitetos: Grupo Iperforma

Área: 3515m²

Engenharias: Iperformas - arquitectura e engenharia, Ida/ Audinete - projetos auditorias energéticas, Ida

Cidade: Perafita

País: Portugal

Arquiteto

A Iperforma foi fundada em 1983, desde então atua dando consultoria em arquitetura e engenharia. Ao longo dos seus 38 anos de experiência, possui um amplo portfolio, sendo elas: complexos e edifícios multiusos, planeamento, instalações petrolíferas, comércio, infraestrutura, serviços e escritórios, habitação, equipamentos e turismo. Hoje a Iperforma possui atuação em Portugal, Cabo Verde, Guiné Bissau, São Tomé e Príncipe, Angola e Moçambique. (Iperforma, 2021).

O cliente 

O Centro Social Paroquial Padre Ângelo Ferreira Pinto é uma instituição privada, situado em Perafita, Portugal . Fundada em 1987 pelo saudoso Padre Ângelo Ferreira Pinto, onde com o apoio do arquiteto Afonso Sá e algumas entidades privadas foi possível a construção do Centro de Diocesano de Perifata, sendo este inaugurado em janeiro de 1988. Em homenagem ao seu fundador em 1999 este centro passou a ser chamado Centro Social e Paroquial Padre Ângelo Ferreira Pinto. A instituição oferece à comunidade local serviços de apoio a crianças e idosos (Quem..., 2021).

Programa de Necessidades

O Centro Social Paroquial Padre Ângelo Ferreira Pinto tem como objetivo receber idosos com diversos tipos de dependência. Além da área domiciliar, o espaço contempla áreas de convivência, como: salão de beleza, salas de convívio, salas de atividades e áreas de lazer (INFORMAÇÃO..., 2021Lar de Idosos..., 2015) .

Contexto e localização

A Estrutura Residencial para Idosos (Figura 2) esta localizada em Perafita, Portugal (figura 3), é uma instituição associada ao Centro Social Paroquial Padre Ângelo Ferreira Pinto um instituto particular de cunho social. O local já atendia com uma Creche/Jardim de Infância, Centro Dia/ Centro de Convívio (Figura 4), e a partir de janeiro de 2015, passou a implantar uma nova estrutura, um residencial direcionado a terceira idade (INFORMAÇÃO..., 2021Lar de Idosos..., 2015).

Figura 3 — Fachada Frontal Lar de Idosos Parafita, Portugal
Fachada Frontal Lar de Idosos Parafita, PortugalArchDaily...

Figura 4 — localização em vista Macro Lar de Idosos Parafita Portugal
localização em vista Macro Lar de Idosos Parafita PortugalAdaptado pelo autor Google Maps

Figura 5 — Implantação do Centro Social e Paroquial Padre Ângelo Ferreira Pinto
Implantação do Centro Social e Paroquial Padre Ângelo Ferreira PintoAdaptado pelo autor ArchDaily...

Apesar do terreno contemplar atividades diferentes, a nova edificação funciona como uma construção autónoma das restantes, são dois blocos, onde são interligados por uma passarela metálica envidraçada (Figura 4 ). 

Figura 6 — Passarela de interligação dos blocos.
Passarela de interligação dos blocos.Centro...

Figura 7 — Pavimento Térreo
Pavimento TérreoAdaptado pelo autor ArchDaily...

O Lar para idosos ocupa aproximadamente um terço do terreno (figura 3), possui 840 m² construídos e é composto por dois edifícios conectados por uma circulação horizontal na parte superior (Figura 5). No edifício principal após a entrada / recepção encontram-se à direita as principais partes sociais, como a sala social, restaurante e cozinha, e a área administrativa do lado esquerdo do edifício, deste mesmo lado também fica gabinete médico e de enfermagem, lavanderia, cabelereiro, balneário e vestiário dos funcionários. Já no outro bloco é destinado parte de estacionamento  e acesso secundário. 

Figura 8 — Primeiro Pavimento
Primeiro PavimentoAdaptado pelo autor ArchDaily...

No pavimento superior podemos notar que sua predominância é intima (Figura 6), sendo neste pavimento a interligação dos blocos através da passarela. O edifício possui 40 apartamentos, sendo eles duplos ou individuais. No total é possível acomodar 60 usuários. 

Figura 9 — Corte AA
Corte AAArchDaily...

Com intuito de evitar remanejo desnecessário de terra, foi aproveitado a topografia do terreno a fim de evidenciar a arquitetura, sendo assim, um bloco contem 2 pavimentos e outro contem 3 pavimentos, ao analisarmos a Figura 7 e Figura 8  podemos compreender melhor esta situação. Outro fator importante sobre esse bloco com pilotis é que ele exerce duas funções, como estacionamento e e como lazer para os usuários do edifício, principalmente em dias chuvosos. 

Figura 10 — Corte BB
Corte BBArchDaily...

Figura 11 — Refeitório
Refeitório ArchDaily...

 Um fator importante nesse projeto foi a preocupação e o cuidado que o arquiteto teve em tentar deixar o mais parecido com um ambiente residencial, proporcionando diferentes ambientes e estimulando atividades em conjunto e individual (Figura 9). 

Analise do Caso

É possível analisar através do quadro síntese (figura 12), que a área intima e a social predomina o edifício, no que podemos associar a uma das vertentes do arquiteto onde é trazer a sensação de mais lar.

Figura 12 — Quadro Sintese
Quadro SinteseAdaptado pelo autor

Ao Analisarmos o Fluxograma (figura 13) podemos compreender qual a interligação dos setores. O setor Intimo possui dois acessos um pelo interior do edifício, onde é possível ter acesso a parte administrativa, social e de serviço, já tem outro acesso, onde é possível acessar direto o estacionamento e se direcionar para o pátio externo.

Figura 13 — fluxograma
fluxogramaO autor (2021)

Ao analisarmos o organograma (Figura 14), podemos entender como os setores se conectam. É possível identificar que o setor social é o ambiente com maior interação com os demais setores.

Figura 14 — Organograma
OrganogramaO autor (2021)

Analise formal

A composição do edifício é feita por linhas retas, pilotis (figura 15 e 16), e dois blocos para um melhor aproveitamento da topografia (figura 18), é possível notar algumas janelas em fita (Figura 17), e um elemento retangular que sobressai nas fachadas, trazendo mais volume e informações para as mesmas.

Figura 15 — Fachada 1
Fachada 1ArchDaily...

Figura 16 — Fachada 2
Fachada 2ArchDaily...

Figura 17 — Fachada 3
Fachada 3ArchDaily...

Figura 18 — Fachada 4
Fachada 4ArchDaily...

Figura 19 — Fachada 5
Fachada 5ArchDaily...

Figura 20 — Fachada 6
Fachada 6ArchDaily...

Na Fachada 5 foi inserido diferentes tipos de esquadrias e ainda sim continuou com harmonia entre elas, isso se da pelo acabamento escolhido, todos são em vidro com metal preto. Já na fachada 6 houve essa diferença de esquadrias, mais o diferencial dessa fachada foi que algumas janelas não seguiu a altura padrão, fugindo então, do obvio. 

Tecnologias: estrutura, materiais, conforto e sustentabilidade

Para a concepção do projeto se utilizou metal, vidro e concreto.

Conclusão

A Estrutura do edifício em si foi muito bem pensada no terreno, conseguiu aproveitar muito bem a topografia. Se utilizou dos pilotis para ter mais espaço de convivência. No interior usou cores vibrantes para sair da monotonia.

A arquitetura vai mudando de acordo com os costumes dos usuários, aqui no Brasil, mais precisamente em Goiânia, gosta-se muito de espaços para contemplação, a falta de jardins nesse caso seria um problema. 

Outro ponto a se analisar é que o lar de idosos não oferece liberdade para os idosos fazerem as atividades comuns do dia a dia que eles executavam em suas casas, oferecendo-lhes apenas um quarto. Como vimos na parte teórica, não dar a liberdade e autonomia para o idoso pode prejudicar a saúde do mesmo. 

Vila dos Idosos, São Paulo

Local: São Paulo, SP

Data: 2003-2007

Cliente: COHAB-SP

Área de intervenção: 7.270 m²

Área construída: 8.290 m²

Estrutura/Fundações: Telecki Arquitetura de Projetos

Elétrica/Hidráulica: LCL Engenharia e Consultoria

Orçamento: Tríade

Construção: Delta Construções

Fotografias: Azul Serra

Arquitetura e Urbanismo: VIGLIECCA&ASSOC Hector Vigliecca, Luciene Quel, Ruben Otero, Ronald Werner Fiedler, Lilian Hun, Ana Carolina Penna, Mario Echigo, Fausto Chino, Indiana Marteli, Maíra Carrilho, Fábio de Bem, Paulo Serra, Luci Maie

Informações sobre a Obra

O programa Vila dos Idosos (Figura 21) faz parte do programa Morar no Centro, iniciativa da Companhia Metropolitana de Habitação de São Paulo (COHAB), responsável por atender às necessidades de habitação de interesse social da cidade de São Paulo. Neste caso em especifico, o projeto visa uma das zonas mais pobres da população, os idosos, pois são tradicionalmente negligenciados nas políticas habitacionais. (Vila..., 2021).

Figura 21 — Vila dos Idosos
Vila dos IdososVila... (2021)

O projeto é pioneiro na cidade de São Paulo, corresponde a Grupo de Articulação para Conquista de Moradia dos Idosos da Capital (GARMIC), criada em 2001, que colabora com o Conselho Municipal Idoso. Existem planos para a construção de habitações especiais para idosos desde 1999, mas só em 2003 é que um terreno para a construção de apartamentos foi disponibilizado para a construção (Vila..., 2021).

Localização/ Terreno e implantação

O conjunto residencial Vila dos Idosos, está localizado no Bairro Pari na cidade de São Paulo, Brasil (Figura 22). O terreno escolhido esta em um local estratégico e bem localizado. O bairro Pari possui uma boa rede de de transporte publico e uma grande quantidade de comércio e serviços, o que facilita o dia a dia dos moradores, pois em muitos casos os idosos ja possuem a mobilidade reduzida (BEDOLINI, 2014).

 

Figura 22 — Localização Vila dos Idosos São Paulo
Localização Vila dos Idosos São PauloAdaptado pelo autor Google Maps

O terreno possui uma área estimada de 2.270m² e formato irregular, seu entorno imediato em sua maioria é residencial de classe média, está inserido ao lado da Biblioteca Pública Adelpha Figueiredo (Figura 23), um equipamento cultural importante para o bairro. Anteriormente o terreno era utilizado por catadores de lixo. 

Acesso e Circulação

A principio o edifício foi pensado para ter os 3 acessos (Figura 23), incentivando então maior permeabilidade entre o entorno e o conjunto habitacional. Por decisão da COHAB (Companhia Metropolitana de Habitação) a habitação foi cercada por uma grade metálica e uma portaria localizada na Av. Carlos de Campos. Os outros acessos ficaram apenas para serviço.

Figura 23 — Implantação Vila Dos Idosos São Paulo
Implantação Vila Dos Idosos São Paulomodificado pelo autor Google Maps

O conjunto habitacional é composto por quatro pavimentos, sendo eles servidos por corredores esternos de distribuição, onde remarcam a horizontalidade da fachada. Para trazer essa sensação de horizontalidade também foi feito uma pintura em tom de cinza grafite, criando a sensação de janelas continuas em formato de fita. A circulação vertical é feita por 3 elevadores e 5 blocos de escadas.

Setorização

Figura 24 — Setorização
SetorizaçãoAdaptado pelo autor Vila... (2021)


ESTUDO DO LUGAR

Localização

O terreno esta localizado no Brasil (figura 25), no estado de Goiás, na cidade de Goiânia, no bairro Jardim América. 

Figura 25 — Localização
LocalizaçãoO autor (2021)

Acessos

O terreno esta em um local privilegiado, pois esta há 10 minutos da Praça Cívica de Goiânia (Figura 26), sendo este um ponto  de importância para a cidade, esta ao lado do Goiânia Shopping e Parque Vaca Brava, dois itens importantes de lazer para o goianiense. 

Figura 26 — Mapa de acesso
Mapa de acessoAdaptado pelo autor

Mapa de Uso e Ocupação do Solo

Ao analisarmos o raio de estudo (figura 27) podemos perceber que o bairro se divide em residencial e comercial/ serviço isso se da pela importância da localização para a cidade. As edificações residenciais se localizam mais no interior do bairro nas ruas locais, já nas ruas coletoras e arteriais estão localizadas edifícios comerciais e mistos.

Figura 27 — Mapa de Uso e Ocupação do Solo
Mapa de Uso e Ocupação do SoloO autor (2021)

Mapa de Gabarito de Alturas 

O raio estudado em sua maioria é composto por edifícios térreos e de 2 pavimentos (figura 28) isso se da pelo plano diretor onde estipula como adensamento básico. Os edifícios que ultrapassam 10 pavimentos são novas e residenciais.

Figura 28 — Gabarito de Alturas
Gabarito de AlturasO autor (2021)

Infraestrutura

Ao analisar a figura 29 e 30 podemos analisar que possui rede elétrica, esgoto e agua, que o mesmo supri a necessidade de todos s usuários. 

Figura 29 — Infraestrutura - elétrica
Infraestrutura - elétricaO autor (2021)

Figura 30 — Infraestrutura - Agua e Esgoto
Infraestrutura - Agua e EsgotoO autor (2021)

Transporte

O raio estudado possui pontos de ônibus de relevância (Figura 31), possuindo 12 linhas de cobertura.

Figura 31
Figura 31O autor (2021)

Hierarquia Viária 

As vias de maior fluxo de veiculo são as vias artérias de 1 e 2 categoria e as vias coletoras, nelas também estão localizadas a maior concentração de comércios e serviços (figura 32). Nas vias locais se utiliza mais para fluxo local e residencial. 

Figura 32 — Hierarquia Viária
Hierarquia Viária O autor (2021)

Conclusão

Aqui você irá escrever a conclusão do seu trabalho.

Referências

. ArchDaily. Disponível em: https://www.archdaily.com.br/br/767045/lar-de-idosos-em-perafita-grupo-iperforma?ad_source=myarchdaily&ad_medium=bookmark-show&ad_content=current-user. Acesso em: 20 mar. 2021.

. Centro Padre Angelo. Disponível em: https://centropadreangelo.pt/senior/lar-de-idosos/galeria-de-fotos/. Acesso em: 8 abr. 2021.

AraújoClaudia Lysia de Oliveira; SouzaLuciana Aparecida de; FaroAna Cristina Mancussi e. TRAJETÓRIA DAS INSTITUIÇÕES DE LONGA PERMANÊNCIA PARA IDOSOS NO BRASIL. Disponível em: http://www.here.abennacional.org.br/here/n2vol1ano1_artigo3.pdf. Acesso em: 20 mar. 2021.

BEDOLINI Alessandra Castelo Branco. A Vila dos Idosos de Héctor Vigliecca: Uma reflexão sobre o “fazer arquitetura”. In: III Encontro da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-graduação em Arquitetura e Urbanismo, III, São Paulo, 2014. 13 p. Disponível em: http://anparq.org.br/dvd-enanparq-3/htm/Artigos/SC/ORAL/SC-HDC-022_BEDOLINI.pdf. Acesso em: 27 mar. 2021.

Boletim AgeWatch. helpage. 2015. Disponível em: https://www.helpage.org/global-agewatch/population-ageing-data/country-ageing-data/?country=Brazil. Acesso em: 1 mar. 2021.

CAMPOSAna Cristina . IBGE: esperança de vida do brasileiro aumentou 31,1 anos desde 1940: A expectativa de vida do homem é de 73,1 anos e a da mulher, de 80,1. agenciabrasil. Rio de Janeiro, 2020. Disponível em: https://agenciabrasil.ebc.com.br/geral/noticia/2020-11/ibge-esperanca-de-vida-do-brasileiro-aumentou-311-anos-desde-1940. Acesso em: 2 mar. 2021.

Casa São Luiz. A Casa. casa sao luiz. Rio de Janeiro. Disponível em: https://casasaoluiz.com.br/. Acesso em: 17 fev. 2021.

Google Maps. Google Maps. Disponível em: https://www.google.com/maps/@41.225925,-8.6981545,980m/data=!3m1!1e3?hl=pt-BR. Acesso em: 19 mar. 2021.

INFORMAÇÃO GERAL. Centro Padre Angelo. Parefita, 2021. Disponível em: https://centropadreangelo.pt/senior/lar-de-idosos/informacao-geral/. Acesso em: 20 mar. 2021.

Iperforma. Sobre nós. iperforma. Porto, 2021. Disponível em: http://www.iperforma.pt/mylittlecms/renderpage/5. Acesso em: 18 mar. 2021.

Lar de Idosos em Perafita / Grupo Iperforma. ArchDaily. 2015. Disponível em: https://www.archdaily.com.br/br/767045/lar-de-idosos-em-perafita-grupo-iperforma?ad_source=myarchdaily&ad_medium=bookmark-show&ad_content=current-user. Acesso em: 20 mar. 2021.

Perissé Camielle; MarliMônica. Idosos indicam caminhos para uma melhor idade. agenciaibgenoticias. Disponível em: https://agenciadenoticias.ibge.gov.br/agencia-noticias/2012-agencia-de-noticias/noticias/24036-idosos-indicam-caminhos-para-uma-melhor-idade. Acesso em: 2 mar. 2021.

Quem Somos. Centro Padre Angelo. Perafita, 2021. Disponível em: https://centropadreangelo.pt/centro/quem-somos/. Acesso em: 20 mar. 2021.

Vila dos Idosos. vigliecca. 2021. Disponível em: http://www.vigliecca.com.br/pt-BR/projects/elderly-housing. Acesso em: 27 mar. 2021.

Use agora o Mettzer em todos
os seus trabalhos acadêmicos

Economize 40% do seu tempo de produção científica