ESTÁGIO SUPERVISIONADO NA EMPRESA AGROBELONI

Centro de Profissionalização e Educação Técnica

ESTÁGIO SUPERVISIONADO NA EMPRESA AGROBELONI

LUCIENE PEREIRA DE MELO

Orientador:
Marcia

Resumo

No início do meu estágio supervisionado pela empresa Agrobeloni fui orientada pelo profissional de Segurança do Trabalho quanto as normas da Empresa, as orientações de segurança, as atividades de um Técnico de Segurança do Trabalho e sobre as minhas atribuições de estagiária. O Plano de Estágio estabeleceu as minhas funções durante as 200 horas do estágio.
Foram realizadas entregas, controle e descartes de EPI’s, vistorias no campo, participação das reuniões da CIPATR, check list dos extintores e dos transportes coletivos e também acompanhamento e realização dos treinamentos e dos diálogos semanais.
PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS (METODOLOGIA E CRONOGRAMA)
O relatório teve como fundamentação teórica as Normas Regulamentadoras
(NRs) relativas à segurança e medicina do trabalho, uma vez que se trata de normas obrigatórias para empresas privadas, para os órgãos públicos da administração direta e indireta, bem como pelos órgãos dos Poderes Legislativo e Judiciário, que possuam colaboradores regidos pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) ou por seu próprio estatuto.
As NRs que foram aplicadas ao longo desse trabalho foram as seguintes:
•NR 01 – Disposições Gerais (ordem de serviço);
•NR 02 – Inspeção Prévia;
•NR 03 – Embargo ou Interdição;
•NR 04 – Serviços Especializados em Engenharia de Segurança e em Medicina
do Trabalho;
•NR 05 – Comissão Interna de Prevenção de Acidentes;
•NR 06 – Equipamentos de Proteção Individual – EPI;
•NR 07 – Programas de Controle Médico de Saúde Ocupacional;
•NR 09 – Programas de Prevenção de Riscos Ambientais;
•NR 17 – Ergonomia;
•NR 20 – Líquidos Combustíveis e Inflamáveis;
•NR 26 – Sinalização de Segurança;
•NR 31 – Segurança E Saúde No Trabalho Na Agricultura, Pecuária Silvicultura, Exploração Florestal e Aquicultura
•NR 33 – Segurança e Saúde no Trabalho em Espaços Confinados;
•NR 35 – Trabalho em Altura;

Palavras-chave: Mettzer. Formatação. Trabalho acadêmico.

Abstract

At the beginning of my internship supervised by the company Agrobeloni, I was guided by the Occupational Safety professional regarding the company’s rules, safety guidelines, the activities of a Occupational Safety Technician and my internship assignments. The Internship Plan established my duties during the 200 hours of the internship.
Deliveries, control and disposal of PPE’s, inspections in the field, participation in CIPATR meetings, checklist of extinguishers and public transport were carried out, as well as monitoring and conducting training and weekly dialogues.
METHODOLOGICAL PROCEDURES (METHODOLOGY AND SCHEDULE)
The report had as theoretical basis the Regulatory Norms
(NRs) related to occupational safety and medicine, since these are mandatory rules for private companies, for the public bodies of the direct and indirect administration, as well as for the bodies of the Legislative and Judicial Powers, which have employees governed by the Consolidation of Labor Laws (CLT) or by its own statute.
The NRs that were applied throughout this work were as follows:
• NR 01 – General Provisions (service order);
• NR 02 – Prior Inspection;
• NR 03 – Embargo or Interdiction;
• NR 04 – Specialized Services in Safety Engineering and Medicine
Labor;
• NR 05 – Internal Accident Prevention Commission;
• NR 06 – Personal Protection Equipment – EPI;
• NR 07 – Occupational Health Medical Control Programs;
• NR 09 – Environmental Risk Prevention Programs;
• NR 17 – Ergonomics;
• NR 20 – Combustible and Flammable Liquids;
• NR 26 – Safety Signs;
• NR 31 – Safety and Health at Work in Agriculture, Livestock Silviculture, Forestry and Aquaculture
• NR 33 – Safety and Health at Work in Confined Spaces;
• NR 35 – Work at Height;

Keywords: Mettzer. Formatting. Academic work.

Introdução

Atualmente o mercado de trabalho tem se mostrado cada vez mais exigente para aqueles que realmente desejam de destacar; com isso, torna-se cada vez mais importante a busca pelo conhecimento para se pleitear condições de trabalho mais atrativas. Tendo conhecimento disto, concluir o curso Técnico em Segurança do Trabalho no CPET marcou o início de uma nova caminhada em minha vida profissional.

Conforme previsto na grade curricular, o estágio supervisionado de 200 horas é essencial/obrigatório para a conclusão do curso. Visando tal, o estágio foi realizado na empresa Agrobeloni, localizada em Fazenda Santa Cruz da Vargem Grande CNAE: 01.21-0, na área de Segurança do Trabalho, tendo início 22/02/2020 e findando-se no dia 28/11/2020.

Em seu tempo de decorrência foram desenvolvidas diversas atividades relacionadas ao setor SESMT – setor no qual o estágio foi feito, dentre elas: vistoria dos itens de segurança nos setores das fazendas; conferência e troca de extintores dês/sob pressurizado; entrega de EPI e preenchimento de fichas; organização de arquivos internos; exames dos funcionários.

Todas as informações e conhecimentos adquiridos contribuíram de forma excepcional para o desenvolvimento de habilidades e competências essenciais para a formação de um profissional Técnico em Segurança do Trabalho; proporcionando ao estagiário lições práticas e técnicas vivenciais que são utilizadas no cotidiano do profissional.

Desenvolvimento

2.1. Geral:

Colocar em prática o que aprendi na teoria, desenvolvendo habilidades, hábitos e atividades pertinentes e necessárias para aquisição das competências profissionais.

2.2. Específicos:

• Orientar e coordenar o sistema de segurança do trabalho, investigando riscos e causas de acidentes analisando política de prevenção;

• Inspecionar locais e instalações e equipamentos da Instituição e determinar fatores de riscos e acidentes;

• Propor normas e dispositivos de segurança, sugerindo eventuais modificações nos equipamentos e instalações e verificando sua observância para prevenir acidentes;

• Inspecionar os sistemas de combate a incêndio e demais equipamentos de proteção;

• Elaborar relatórios de inspeções qualitativas, conforme o caso;

• Executar outras tarefas compatíveis com as exigências para o exercício da função.

FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA

No início do meu estágio supervisionado pela empresa Agrobeloni fui

orientada pelo profissional de Segurança do Trabalho quanto as normas da Empresa, as

orientações de segurança, as atividades de um Técnico de Segurança do Trabalho e

sobre as minhas atribuições de estagiária. O Plano de Estágio estabeleceu as minhas

funções durante as 120 horas do estágio.

Foram realizadas entregas, controle e descartes de EPI’s, vistorias no campo, participação das reuniões da CIPATR, check list dos extintores e dos transportes coletivos e também acompanhamento e realização dos treinamentos e dos diálogos semanais.

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS (METODOLOGIA E CRONOGRAMA)

O relatório teve como fundamentação teórica as Normas Regulamentadoras

(NRs) relativas à segurança e medicina do trabalho, uma vez que se trata de normas

obrigatórias para empresas privadas, para os órgãos públicos da administração direta e

indireta, bem como pelos órgãos dos Poderes Legislativo e Judiciário, que possuam

colaboradores regidos pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) ou por seu

próprio estatuto.

As NRs que foram aplicadas ao longo desse trabalho foram as seguintes:

•NR 01 – Disposições Gerais (ordem de serviço);

•NR 02 – Inspeção Prévia;

•NR 03 – Embargo ou Interdição;

•NR 04 – Serviços Especializados em Engenharia de Segurança e em Medicina

do Trabalho;

•NR 05 – Comissão Interna de Prevenção de Acidentes;

•NR 06 – Equipamentos de Proteção Individual – EPI;

•NR 07 – Programas de Controle Médico de Saúde Ocupacional;

•NR 09 – Programas de Prevenção de Riscos Ambientais;

•NR 17 – Ergonomia;

•NR 20 – Líquidos Combustíveis e Inflamáveis;

•NR 26 – Sinalização de Segurança;

•NR 31 – Segurança E Saúde No Trabalho Na Agricultura, Pecuária Silvicultura, Exploração Florestal e Aquicultura

•NR 33 – Segurança e Saúde no Trabalho em Espaços Confinados;

•NR 35 – Trabalho em Altura;

A EMPRESA

A AgroBeloni é uma empresa familiar, na sua terceira geração e que há mais de 50 anos produz alimentos primando pela qualidade e dedicação artesanal ao trabalho. Sediada na região do Alto Paranaíba, Minas Gerais, com altitudes variando entre 1.000 e 1.200 metros, a empresa possui solos ideais para culturas de clima temperado, como a batata e a cebola. Atua junto a pequenos, médios e grandes varejistas nas regiões Sudeste e Centro-oeste, com garantia de qualidade, continuidade e pontualidade para seus clientes. Com equipe e frota próprias, a empresa se divide em departamentos e realiza todas as etapas da produção, desde o preparo do solo até a entrega do produto final aos supermercados.

PRODUÇÃO: São mais de 100 colaboradores envolvidos no preparo do solo, plantio, condução da lavoura e colheita. Possui ainda agrônomos e técnicos agrícolas que fazem o acompanhamento completo do ciclo produtivo para garantir qualidade e segurança aos seus produtos.

PÓS COLHEITA: São cerca de 50 colaboradores que recebem, lavam, selecionam, embalam e carregam as mercadorias para que cheguem frescas e sadias ao consumidor final.

TRANSPORTE: A frota própria de caminhões transporta os produtos das lavouras para as unidades de beneficiamento e, posteriormente já embalados, para a redes varejistas.

ADMINISTRATIVO: São 12 colaboradores que cuidam dos Recursos Humanos, Contabilidade, Financeiro, Estoques, Expedição e demais assuntos administrativos.

Uma estrutura completa que garante o envio dos nossos produtos diariamente aos principais varejistas do país de forma rápida, eficiente e sempre frescos. A AgroBeloni possui certificação GLOBALG.A.P, que são normas internacionais para validar o respeito da empresa pelo meio ambiente, na redução do uso de insumos químicos e responsabilidade com a saúde de funcionários. Isso significa também uma preocupação constante com a qualidade dos produtos que chegam na mesa de cada consumidor.

Missão

“Produzir alimentos com sustentabilidade, sendo inovadores, gerando o crescimento do negócio e dos seus colaboradores.”

Visão

“Estar entre as empresas agrícolas mais sólidas do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba, preservando a mesma taxa de crescimento dos últimos 20 anos.”

Valores

“Honestidade, Transparência, Sustentabilidade, Crescimento e Inovação.”

5. ATIVIDADES DESENVOLVIDAS

5.1. TROCA DE EPI E PREENCHIMENTO DE FICHAS

Preenchimento de fichas e entrega de EPI– conforme ANEXO I, esta é uma ficha onde há um termo que regulamenta a entrega e obrigatoriedade do uso de EPI’s.

5.2. DSS

Acompanhar e participar do diálogo de segurança e saúde (DSS), que acontece antes das atividades iniciarem, contendo variados temas relacionados de acordo com as atividades e funções, informando-os sobre os riscos inerentes às atividades exercidas e orientando-os a forma mais segura da realização de cada atividade.

5.3. VERIFICAÇÃO DOS EXTINTORES

Mensalmente é feita uma vistoria nos extintores para verificar quando há necessidade de troca. Os extintores, neste caso, têm a função de coibir possíveis focos de incêndio nos setores elétricos, vide ANEXO II.

5.4. TREINAMENTOS E INTEGRAÇÃO

Foi realizado treinamentos de Primeiros Socorros em diversos setores da Fazenda.

Em outra ocasião alguns colaboradores do Secador de Café e a estagiária participaram do curso de Trabalho em Altura conforme a NR-35.

“35.3.1 O empregador deve promover programa para capacitação dos trabalhadores à realização de trabalho em altura.

35.3.2 Considera-se trabalhador capacitado para trabalho em altura aquele que foi submetido e aprovado em treinamento, teórico e prático, com carga horária mínima de oito horas[…]”

Como é padrão na maioria das organizações, todo colaborador ao ser integrado aos demais deve, antes de iniciar qualquer atividade, receber treinamentos visando o conhecimento de normas internas. Neste treinamento foram apresentados tópicos como o uso dos equipamentos de segurança, políticas internas e normas de conduta.

5.5. REUNIÕES DA CIPATR

     Acompanhamento da reunião mensal da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes dos Trabalhadores Rurais – CIPATR.

   “5.1 A Comissão Interna de Prevenção de Acidentes – CIPA – tem como objetivo a prevenção de acidentes e doenças decorrentes do trabalho, de modo a tornar compatível permanentemente o trabalho com a preservação da vida e a promoção da saúde do trabalhador.

  5.6 A CIPA será composta de representantes do empregador e dos empregados, de acordo com o dimensionamento previsto no Quadro I desta NR, ressalvadas as alterações disciplinadas em atos normativos para setores econômicos específicos.”

  E na Agrobeloni a CIPATR não trabalha sozinha! Os membros são altamente ativos e comunicativos, não deixam passar uma! Os diretores dão total apoio aos cipeiros e sempre que há possibilidade participam das reuniões.

5.6. ORGANIZAÇÃO DE DOCUMENTOS INTERNOS DO SETOR

DOS SETORES

Gerenciamento de documentos relativos ao cotidiano do setor SESMT, visando a organização.

5.7. CONTROLE DOS ASOS

Marcação e gerenciamento de consultas médicas para os colaboradores em comprimento ao PCMSO (Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional).

5.8. APLICAÇÃO DE NORMAS INTERNAS AOS COLABORADORES

Autuação de colaboradores que infringiram as regras de conduta interna. Foram aplicadas Não Conformidade- ANEXO III contém uma amostra do bloco de Não Conformidade, de modo a coibir a reincidência de infrações como: não uso ou uso inadequado de EPI’s, descarte de registros de ponto em locais inadequado.

ANEXO I – TROCA DE EPI E PREENCHIMENTO DE FICHAS

Figura 1
Figura 1O autor (2020)

ANEXO II – VERIFICAÇÃO DOS EXTINTORES

Figura 2
Figura 2O autor (2020)

ANEXO III – BLOCO DE NÃO CONFORMIDADE 

Figura 3
Figura 3O autor (2020)

Conclusão

O estágio curricular obrigatório – independente do curso ou área de atuação- é de grande importância para os profissionais em formação que aspiram uma vaga no mercado de trabalho, ele possibilita aliar a teoria aprendida em sala com a prática em campo.

Trabalhar na área de Segurança do Trabalho, fazendo com que os trabalhadores durante sua vida laboral, entendam para que desenvolvam suas atividades com segurança e sem acidentes, visando a sua saúde e integridade física. Constitui um desafio constante, cheio de complexidades, mas também muito satisfatório e realizador para todo e qualquer profissional de Segurança do Trabalho. Temos que ter consciência que nenhuma tarefa é tão urgente e/ou importante que não possa ser feita com SEGURANÇA.

Concluo este relatório certa de ter acrescido informações e práticas que me acompanharão pelo resto da minha caminhada profissional como Técnico em Segurança do Trabalho. Como profissional buscarei sempre agir com honradez, com o intuito de resguardar a integridade física e mental dos trabalhadores de forma a obter êxito nas atividades desempenhadas, buscando minha realização profissional.

Referências

. Disponível em: http://www.guiatrabalhista.com.br/legislacao/nr/nr35.htm. Acesso em: 21 jul. 2020.

. Disponível em: http://www.guiatrabalhista.com.br/legislacao/nr/nr5.htm. Acesso em: 16 mar. 2020.

Beloniagrobeloni. Disponível em: http://www.agrobeloni.com.br/empresa.php. Acesso em: 25 fev. 2020.

Mettzer. O melhor editor para trabalhos acadêmicos já feito no mundo. Mettzer. Florianópolis, 2016. Disponível em: http://www.mettzer.com/. Acesso em: 21 ago. 2016.

feito

Use agora o Mettzer em todos
os seus trabalhos acadêmicos

Economize 40% do seu tempo de produção científica