EFEITO DA CORRENTE ELÉTRICA

Colégio Paulo Freire

EFEITO DA CORRENTE ELÉTRICA

Taiana vidal deitos

Resumo

A passagem da corrente elétrica por um condutor pode provocar diferentes efeitos, que variam de acordo com a natureza do condutor e a intensidade da corrente elétrica que o percorre. Os principais efeitos são: efeito térmico, efeito químico, efeito magnético e efeito fisiológico

Palavras-chave: Corrente elétrica. Térmico. Químico. Magnético. Fisiológico

Introdução

A passagem da corrente elétrica através dos condutores acarreta diferentes efeitos, dependendo da natureza do condutor e da intensidade da corrente. É comum dizer-se que a corrente elétrica tem cinco efeitos principais: fisiológico, térmico (ou Joule), químico, magnético e luminoso.

Desenvolvimento

A corrente elétrica é um fenômeno que pode levar um ser humano à morte. Quando se estabelece uma diferença de potencial entre dois pontos do corpo humano, flui uma corrente elétrica entre esses pontos e a intensidade dessa corrente depende da diferença de potencial e da resistência elétrica entre os pontos sobre o qual se aplica a voltagem

Efeito térmico

Também conhecemos esse efeito como efeito joule, provavelmente o mais fácil de ser compreendido. Os elétrons transferem energia para os átomos da rede atômica, quando colidem com estes após serem acelerados pelas forças elétricas. Como consequência dessa colisão e transferência de energia, há um aumento na energia de vibração desses átomos e, consequentemente, um aumento em sua temperatura. 

 Essa caraterística é bastante aplicada em aparelhos que funcionam como produtores de calor ou luz. Os exemplos mais básicos desses aparelhos são os ferros elétricos, lâmpadas incandescentes, secadores de cabelo etc.

EFEITO QUÍMICo

Fazendo-se passar uma corrente elétrica por uma solução de ácido sulfúrico em água, por exemplo, observa-se que da solução se desprende hidrogênio e oxigênio. A corrente elétrica produz, uma ação química nos elementos que constituem a solução.


2.3 EFEITO MAGNÉTICO

O efeito magnético é aquele que se manifesta pela criação de um campo magnético na região em torno da corrente. A existência de um campo magnético em determinada região pode ser constatada com o uso de uma bússola: ocorrerá desvio de direção da agulha magnética. Este é o efeito mais importante da corrente elétrica, constituindo a base do funcionamento dos motores, transformações, relés, etc.

2.4 EFEITO LUMINOSO

 

A corrente elétrica pode produzir luz. Trata-se, portanto da conversão de energia elétrica em energia radiante (ondas eletromagnéticas de comprimento de onda muito curto).
 A quantidade de energia elétrica que se converte em luz, se o processo ocorrer pela presença de uma resistência, pode ser calculada pela Lei de Joule. Existem muitas formas de se obter luz a partir de energia elétrica. A mais simples e mais tradicional é aquecendo um filamento de  filamentos de lâmpadas incandescentes dentro de um bulbo do qual se tenha retirado o ar. A ausência de oxigênio é importante pois ele atacaria o metal ao aquecer provocando sua queima.
 Luz também pode ser produzida pela circulação de uma corrente através de um gás em condições especiais, como ocorre com as lâmpadas fluorescentes e eletrônicas. Nelas, o gás se torna condutor pela aplicação de uma alta tensão num processo denominado “ionização” com o que passa a emitir luz.Outra forma de se produzir luz a partir de corrente é encontrado em dispositivos semicondutores como os LEDs, estes componentes possuem uma junção de material semicondutor que, ao ser percorrida por uma corrente, emite luz.

2.5 EFEITO FISIOLÓGICO

Os efeitos fisiológicos da corrente elétrica se traduzem pelos choques elétricos. A consequência de um choque elétrico varia muito de pessoa para pessoa. Os cientistas analisaram o comportamento do organismo humano exposto à uma corrente alternada de freqüência igual a 60 Hz (a corrente elétrica de nossas residências), fluindo através do corpo de uma mão à outra, com o coração no caminho. Concluíram que, em geral, existe uma variação intermediária de corrente, de cerca de 0,1 a 0,2 A que é provavelmente fatal, pois neste intervalo ela é capaz de produzir fibrilação ventricular (parada das contrações normais dos músculos do coração). Acima desse intervalo, a corrente tende a fazer com que o miocárdio se contraia fortemente, mas que pode voltar a bater por si só parar a fonte do choque. A intensidade da corrente nem sempre determina a intensidade da lesão e muitas correntes altas podem não ser tão danosas quanto as de baixa intensidade. Para uma descarga de relâmpago, os danos poderão ir de morte à sequelas insuportáveis. 

Conclusão

A geração de energia elétrica é uma atividade humana básica.

As formas de utilização das fontes de energia:

•Geração de eletricidade

•Transporte de energia eléctrica

•Distribuição de energia eléctrica

•Consumo de energia eléctrica

 A energia elétrica tem grande importância, inclusive para o desenvolvimento sustentável, pois possibilita a elaboração e acompanhamento de projetos biotecnológicos que dependem de sua existência para a realização. A grande maioria dos instrumentos de medição, de estudos científicos e de suportes técnicos para teses entre outros dependem da força da energia elétrica. Portanto a energia elétrica auxilia muitos trabalhadores relacionados á prevenção ambiental, além de ser essencial á sobrevivência do planeta.

feito

Use agora o Mettzer em todos
os seus trabalhos acadêmicos

Economize 40% do seu tempo de produção científica